Teve salário reduzido na pandemia? Saiba como declarar no IR 2021 – Prisma

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:




Quem teve o salário reduzido durante a pandemia de coronavírus em 2020 e passou a receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) deve declarar o Imposto de Renda? Como fazer isso? (Dúvida da internauta Julye B.S.)


Resposta: A principal condição que obriga a fazer a declaração do Imposto de Renda 2021, é ter recebido rendimentos tributáveis (como salário, aposentadoria, pensão, por exemplo), acima de R$ 28.559,70 até 31.12.2020.








Veja como declarar o Benefício Emergencial





Caso esteja obrigado, deve declarar os valores recebidos a título de Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica”:





Ao abrir a ficha, informe como fonte pagadora o Ministério da Cidadania, Benefício Emergencial, cujo CNPJ é o de nº 00.394.460/0572-59.









Como declarar a ajuda compensatória paga pelo empregador






A ajuda compensatória mensal paga pelo empregador é rendimento isento e deve ser informada na ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.





Ao abrir esta ficha, escolha o item 26 – Outros.





Nela, informe nome e CNPJ da empresa pagadora. A Receita recomenda que na descrição do texto seja informado “Ajuda Compensatória” para identificar a natureza dos valores.









Como saber quais foram os valores pagos como benefício emergencial ou ajuda compensatória?






Para saber quais valores foram pagos como benefício emergencial ou ajuda compensatória, o contribuinte deve acessar a Carteira de Trabalho Digital (pela internet e também disponível em aplicativos tablet e celular) ou consultar a sua fonte pagadora (empregador).



O que é o BEm?



O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm) é um benefício criado pelo Governo Federal no âmbito do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, regulamentado pela Medida Provisória 936/2020, posteriormente convertida na Lei 14.020/2020, para enfrentamento do estado de calamidade pública e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus.





O programa tem como objetivo preservar o emprego e a renda, garantir a continuidade das atividades laborais e empresariais e reduzir o impacto social decorrente das consequências do estado de calamidade pública e da emergência.


O governo já demonstrou a intenção de reeditar o Programa para auxiliar no enfrentamento à pandemia e garantir a manutenção de empregos também em 2021.


___________________________________


Se ainda tiver mais dúvidas sobre Imposto de Renda, economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com




FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *