Sony quer criar robôs para ajudar chefs de cozinha

0
22
Bolhas com nomes de ingredientes ingredientes e sabores flutuam em um fundo preto

Sony quer criar robôs para ajudar chefs de cozinha

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A Sony AI, divisão da gigante japonesa focada em inteligência artificial e machine learning, pretende investir no ramo gastronômico com a criação de robôs assistente para ajudar chefs na cozinha e um aplicativo para criação de receitas.

Com a promessa de ir além de “Alexas” e “Siris”, a companhia diz que irá utilizar sensores e tecnologias desenvolvidas especificamente para auxiliar os profissionais da cozinha durante todo o processo culinário, da preparação ao empratamento (apresentação dos alimentos no prato).

Já o aplicativo deve utilizar bancos de dados variados ao permitir que receitas sejam criadas “do zero”, coletando informações sobre nutrientes, sabor, aroma e até mesmo a estrutura molecular dos ingredientes.

“A Covid-19 evidenciou a importância da sustentabilidade e da saúde, além do valor de bens culturais intangíveis, incluindo a gastronomia e as artes, algo que queremos proteger”, afirma o CEO da Sony AI, Hiroaki Kitano.

Inteligência artificial na gastronomia: o novo projeto da Sony. Crédito: Sony AI/Divulgação

“Por meio do poder da inteligência artificial e da robótica, queremos reafirmar o princípio do nosso projeto, que é a promoção de uma gastronomia criativa e, ao mesmo tempo, saudável e sustentável”, completou o executivo.

A iniciativa da empresa ainda inclui o desenvolvimento de uma “comunidade de cocriação”, para ajudar na viabilização do projeto. O grupo será formado por chefs de vários países, além de universidades, institutos de pesquisa e outras companhias.

Aposta agressiva em IA

A Sony tem investido pesado em inteligência artificial. Meses antes de anunciar o projeto de robôs para ajudar chefs, a empresa revelou ao mundo dois novos sensores de imagem para câmeras de vídeo com IA embarcada.

Chamados de “Intelligent Vision Sensor” (sensor com visão inteligente), os modelos IMX500 e IMX501 tem resolução de 12,3 MP e são capazes de realizar tarefas de análise ou processamento de imagens sem a necessidade de um computador externo.

Um dos exemplos práticos dessa câmera é desempenhar a contagem de pessoas que entram em um estabelecimento e emite um alerta aos funcionários caso uma delas não esteja usando uma máscara. Em outro, os sensores poderiam monitorar as prateleiras de uma loja, e avisar quando um item esgota da gôndola.

Fonte: ZDNet

O post Sony quer criar robôs para ajudar chefs de cozinha apareceu primeiro em Olhar Digital.

FONTE ORIGINAL

Deixe uma mensagem para esse post

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui