Lucid Motors quer entrar bolsa antes de vender 1º carro elétrico

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Antes mesmo de colocar seus primeiros modelos de veículos elétricos nas mãos dos consumidores, algo previsto para ocorrer ainda neste ano, a Lucid Motors, companhia norte-americana fundada em 2007, pretende abrir seu capital na bolsa de valores, de acordo com o Engadget.

Para isso, se fundirá a uma empresa de “aquisição de propósito específico”, a Churchill Capital Corp IV (CCIV), que entrará com US$ 4,4 bilhões em dinheiro. A avaliação de mercado da união atingirá a marca de impressionantes US$ 11 bilhões, se a ação for concluída com sucesso.

Considerando que o investimento privado no negócio está avaliado em US$ 15 por ação, o valor patrimonial implícito da Lucid é de US$ 24 bilhões.

Em 2020, ano em que a primeira fábrica da estreante foi concluída no Arizona, Estados Unidos, e da qual se espera a produção de 400 mil carros anualmente, outras seguiram os mesmos movimentos, como Nikola e Fisker. Em janeiro, a Faraday Future anunciou acordo semelhante.

“A Lucid está se tornando pública para acelerar para a próxima fase de crescimento enquanto trabalhamos no lançamento de nosso novo sedã de luxo totalmente elétrico, Lucid Air, em 2021, seguido por nosso SUV de luxo Gravity em 2023″, declarou a companhia.

Peter Rawlinson, CEO da Lucid Motors, que anunciou a abertura de capital.Fonte:  Reprodução 

Expansão constante

Por mais incrível que pareça, após semanas de circulação de relatórios de fusão/IPO e aumento de 470% nos preços das ações da Churchill, com a oficialização do negócio, os valores caíram 30%.

De todo modo, a transação, afirma a Lucid Motors, auxiliará, também, os projetos de expansão da unidade nos EUA, financiada, inicialmente, pelo Fundo de Investimentos Públicos (PIF) da Arábia Saudita.

“Esta transação permite ainda a realização de nosso visão de fornecer as tecnologias EV avançadas da Lucid a terceiros, como outros fabricantes automotivos, bem como de oferecer soluções de armazenamento de energia nos segmentos residencial, comercial e de serviços públicos”, finaliza o comunicado da montadora.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *