Jô Soares celebra após tomar vacina contra Covid-19

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O apresentador Jô Soares, de 83 anos, tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 neste sábado (27). Jô, ausente da TV desde o término de seu programa na Globo, há quase cinco anos, foi até o drive-thru do Estádio do Pacaembu, São Paulo, para receber o imunizante.

Veículos de imprensa, como CNN Brasil e GloboNews, flagraram Jô no local. Ao ser questionado sobre o processo de vacinação, o multimídia mostrou-se satisfeito e fez um apelo para que os brasileiros. “É um alívio. Um grande alívio. Vacinem, pelo amor de Deus!“, pediu.

Muito, muito! Tem que vacinar mesmo“, completou ele. Neste momento, na grande maioria dos estados brasileiros, a imunização contempla pessoas entre 80 e 84 anos. A Prefeitura de São Paulo, no entanto, tem disponibilizado doses excedentes para indivíduos acima de 65 anos, pré-cadastrados; caso de Mamma Bruschetta, de 71, vacinada na última quarta-feira (24).

Jô Soares, cabe lembrar, é ator, autor e diretor. Sua carreira na TV esteve, a princípio, ligada ao humor. Escreveu e atuou em Família Trapo (1967), da Record, ao lado de Carlos Alberto de Nóbrega e Ronald Golias. Na década de 1970, esteve à frente de humorísticos da Globo, como Satiricom (1973) e Planeta dos Homens (1976).

Nos anos 1980, ganhou um programa para chamar de seu, Viva o Gordo (1981). A atração de todas as segundas-feiras chegou ao fim em 1987, quando Jô aceitou proposta de Silvio Santos e seguiu para o SBT, com o intuito de implantar o talk-show Jô Soares Onze e Meia, marco da TV brasileira. Antes, ele havia capitaneado o Globo Gente (1973), também voltado para entrevistas.

Em 2000, fez o caminho de volta, levando praticamente toda a equipe para a emissora-líder. O Programa do Jô manteve-se no ar por 16 anos ininterruptos, na faixa hoje ocupado pelo Conversa com Bial. A trajetória televisiva correu em paralelo com trabalhos no teatro e lançamentos de livros, como O Xangô de Baker Street e O Homem que Matou Getúlio Vargas.

Confira:

Duh SeccoDuh Secco

Duh Secco é  “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *