Em jogo movimentado e com muita chuva, Corinthians e Palmeiras empatam pelo Paulistão

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Times tiveram muitos desfalques, mas conseguiram fazer um jogo bem equilibrado em 2 a 2

FERNANDO ROBERTO/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDOClássico foi embaixo de chuva na Neo Química Arena

Embaixo de chuva, o Corinthians empatou o clássico contra o Palmeiras na Neo Química Arena nesta quarta-feira, 03. Em jogo com muitas desfalques dos dois lados, a equipe de Vagner Mancini saiu atrás do placar logo no início do jogo. Aos 5, Lucas Lima chutou cruzado na esquerda e o goleiro Matheus Donelli não conseguiu segurar, abrindo o placar. O Timão ainda teve uma boa chance com Varanda, aos 10 minutos, que cabeceou sozinho, a bola passou raspando o travessão e foi para fora. Mas aos 25, em contra-ataque rápido pela direita, William cruzou e Gabriel Silva empurrou para as redes, ampliando o placar. Se aproveitando das poças de água que se formaram no gramado, Matheus Vital chutou forte e diminuiu o placar aos 35.

No retorno do intervalo, foi a vez do Corinthians abrir o placar cedo. Aos 2 minutos, Varanda chutou na saída do goleiro Vinícius Silvestre e empatou o jogo. Aos 7, o Palmeiras marcou com William, mas o lance foi anulado por impedimento no início da jogada. O jogo perdeu a intensidade com o derrotar dos minutos e nenhum time conseguiu criar chances mais claras de gol. Nos minutos finais, uma falta causou empurra empurra, mas a árbitra Edina Alves conseguiu controlar a situação. Na próxima rodada, o Corinthians recebe a Ponte Preta no domingo, às 11h, e o Palmeiras só volta a campo na outra semana, por disputar a final da Copa do Brasil contra o Grêmio no domingo.

PM pede retirada de mosaico feito por torcida

mosaico do Corinthians que PM pediu para ser retirado da Neo Química Arena

Minutos antes da partida ter início, o Batalhão de Choque da Polícia Militar de São Paulo pediu a retirada do mosaico que a torcida do Corinthians tinha instalado na área leste da Arena com alusão às conquistas do Mundial de Clubes de 2000 e 2012 do Timão. Procurada, a PM não respondeu à reportagem pelos motivos do pedido, até o fechamento desta matéria. Em seu Instagram, a Gaviões da Fiel, que foi responsável pelo mosaico, informou que a montagem levou mais de 24 horas e a decisão da PM é uma “maneira de privar da liberdade de torcer”. “Não participamos de nenhuma ação violenta, apenas montamos um mosaico, que é algo normal em jogos de futebol e com uma frase que não tem nenhum incentivo à violência. Nós já não podemos frequentar os estádios devido à pandemia, já enfrentamos diversas proibições, que restringem o uso de materiais que sempre alegraram a arquibancada. Agora por último, estão proibindo até mesmo um simples mosaico”, escreveu a torcida.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *