Como funciona o PIX? Definição, cadastro e vantagens do serviço

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

No ano de 2020 o Banco Central lançou um novo meio de pagamento, onde é possível realizar transferências e pagamentos de forma instantânea, chamado PIX. Mas, como funciona o PIX? Basicamente, essa nova forma de realizar transações bancárias funciona de forma parecida com as já existentes, DOC e TED. Porém, a vantagem é que oferece um acesso mais simples do que os serviços existentes.

Portanto, ao utilizar o PIX você pode realizar pagamentos e transferências instantâneas que serão concluídos em até 10 segundos. Além de ser um serviço disponível 24 horas por dia e os 7 dias da semana. Dessa forma, além de ser rápido, é moderno e acessível a toda a população brasileira, de forma gratuita e segura.

Ademais, uma das vantagens de se usar essa nova ferramenta é que o dinheiro passa de quem está pagando para quem vai receber de forma imediata, independentemente do dia ou da hora. Com exceção de quando houver suspeitas de fraude, nesse caso, as transações bancárias podem levar até 30 minutos para que as verificações necessárias sejam feitas. Em suma, é uma maneira muito mais eficiente e rápida do que a forma tradicional. Onde as transações podem ser feitas através dos aplicativos de bancos e de pagamentos em telefones celulares ou pelo internet banking em computadores.

Entretanto, o seu lançamento em 16 de Novembro teve bastante repercussão, pois a população ficou cheia de dúvidas sobre como funciona o PIX. O que é normal, já que se trata de uma das maiores inovações do setor bancário nos últimos tempos.

O que é o PIX?

Imagem: Tecnoblog

Em suma, PIX é um novo meio de pagamento criado pelo Banco Central, onde é possível realizar transferências de forma instantânea de uma pessoa para outra. Além de poder realizar pagamentos em estabelecimentos. E os pagamentos são concluídos em segundos, podendo ser utilizado a qualquer hora do dia, durante toda a semana, inclusive aos sábados e domingos.

Portanto, o PIX tem como objetivo facilitar e agilizar as transferências de dinheiro tanto entre pessoas, quanto para pagamento de contas, recolhimentos de impostos e cobrança de taxas de serviços. Por exemplo, digitando apenas o número do celular ou o CPF, você poderá pagar ou receber sem a necessidade de digitar todos os dados da conta, o que já agiliza a transação. Também poderá fazer pagamentos em tempo real em lojas, restaurantes, estabelecimentos comerciais e quitar contas de água, luz, etc.

Ademais, é muito simples a forma como funciona o PIX, não há a necessidade de fazer cadastro e nem de baixar aplicativos. Ou seja, você pode usa-lo no próprio aplicativo de sua instituição bancária, desde que ela tenha essa forma de pagamento ofertada.

Apesar de ter sido criado pelo Banco Central, o PIX será oferecido para as pessoas e empresas pelas instituições financeiras como bancos, meios de pagamentos e fintechs. Ademais, aparecerá no aplicativo como mais uma alternativa para realizar transações bancárias como pagamentos e transferências, assim como o DOC e o TED que já são utilizados.

O que muda com o PIX

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico 2
Imagem: Assespro- MG

Até os dias de hoje, as transferências realizadas entre contas bancárias de instituições diferentes eram realizadas através de DOCc e TEDs. Enquanto que os pagamentos são feitos por boletos, cartões, transações físicas e dinheiro vivo. No entanto, essas modalidades podem levar até dias para que sejam compensadas, além de custar caro. Já o dinheiro vivo pode representar risco tanto para o pagador quanto para o recebedor.

Então, com o lançamento do Pix, ele passa a ser uma alternativa rápida, fácil, moderna e barata de realizar transações bancárias e pagamentos em geral. Dessa forma, o PIX funciona diariamente, inclusive final de semana e a qualquer hora do dia.

A forma como funciona o PIX promete mudar os fluxos de pagamento de forma geral. Hoje, para realizar um pagamento eletrônico é necessário ter uma conta de origem e uma conta de destino. Assim como um emissor de cartão ou banco, uma adquirente (maquinha de cartão), uma bandeira de cartão e um processador, que faz a conexão entre todos os intermediários.

Mas, ao usar o PIX, todos os intermediários se tornam desnecessários. Ou seja, o dinheiro vai da conta de origem diretamente para a conta do destinatário, levando apenas alguns segundos. Em suma, na hora de realizar uma transferência não importa qual seja a instituição bancária ou qual a bandeira do cartão. Basta fornecer a chave PIX para concluir a transação de forma rápida, sem custos e segura.

Como funciona o PIX?

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico 3
Imagem: Mercado e Consumo

Então, como funciona o PIX? O PIX funciona durante 24 horas, 7 dias da semana e em todos os dias do ano, de forma ininterrupta. Sendo que as transações realizadas são concluídas em apenas alguns segundos, ou seja, são realizadas em tempo real. Ademais, o dinheiro é transferido de uma conta à outra instantaneamente e de forma gratuita.

De acordo com o Banco Central, as transações via PIX podem ser feitas da seguinte forma:

  • Entre pessoas
  • Pessoas e estabelecimentos comerciais
  • Entre estabelecimentos
  • Para instituições governamentais (em casos de cobranças de impostos ou taxas)

No entanto, para que se possa usar o PIX é necessário que tanto a pessoa que irá fazer o pagamento, quanto a que irá receber tenha uma conta. Seja em banco, em uma instituição d pagamento ou fintech, apesar de que não há a necessidade de ser obrigatoriamente uma conta corrente.  Mas, é importante deixar claro que o uso do PIX será gratuito apenas para pessoas físicas e MEIs (microempreendedor individual), em alguns casos poderá ser cobrado taxas. Por exemplo, pessoas jurídicas, algumas instituições e pessoas que optarem por fazer o PIX por meio físico em vez do digital.

Como funciona o PIX: vantagens

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico
Imagem: Legislação & Mercados

De acordo com o Banco Central, a forma como funciona o PIX só oferece vantagens para os usuários, pois promete aumentar a velocidade dos pagamentos e das transferências. Também ajudará a alavancar a competitividade e a eficiência do mercado, além de baixar o custo das transações e tarifas reduzidas para empesas.

Outra vantagem seria aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes, promovendo a inclusão financeira de pessoas que não possuem contas em bancos. Pois, para usar o PIX não é necessário ter uma conta em banco, basta ter alguma conta digital ou em uma plataforma de pagamento. Por exemplo, Mercado Pago, Pic Pay, Nubank, etc. que exigem menos burocracias do que os bancos.

Como funciona o PIX: cadastro

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico 1
Imagem: Plataforma de E-commerce

Agora que você já sabe o que é e como funciona o PIX, você precisa saber como se cadastrar. Antes de qualquer coisa, você precisa criar uma chave PIX, pois ela vai representar o endereço da sua conta no PIX. Primeiramente, é preciso escolher uma das quatro formas de identificação, por exemplo, CPF/CNPJ, email, número de telefone celular ou outra chave aleatória (EVP).

Ademais, essa chave aleatória (EVP) é escolhida quando a pessoa não quer fornecer dados pessoais. Portanto, tem a alternativa de escolher um conjunto de números, letras ou símbolos que são gerados aleatoriamente contendo 32 dígitos no total. De acordo com o Banco Central, as transações do PIX poderão ser feitas da seguinte forma:

  • Fornecendo uma chave do PIX, que a pessoa tenha cadastrado.
  • Informando os dados bancários de quem irá receber o pagamento, da mesma forma quando se faz um DOC ou TED (fornecendo o nome completo, CPF, nome da instituição, agência e conta).
  • Através da leitura de QR Code.

Ao se cadastrar, o registro é feito pelos próprios canais do banco no qual a pessoa possui uma conta. Portanto, ao definir a chave, a instituição financeira envia a informação do cliente para o Banco Central que irá finalizar o cadastro em seu sistema. Ademais, o cadastro da chave é feito no próprio aplicativo do banco usado pelo cliente, basta entrar na opção PIX. No entanto, o uso do PIX não é obrigatório para pessoas físicas, apenas para instituições financeiras com mais de 500 mil clientes.

Como funciona o PIX: limites e tarifas

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico 4
Imagem: Suno

O limite dos valores entre as transações será imposto pela instituição de acordo com o perfil de cada cliente, da mesma forma que é feito com outros serviços bancários. De acordo com o Banco Central, os limites variam de no mínimo 50% do valor das transferências feitas do tipo DOC ou TED e vai até o valor autorizado para compras em débito.

No entanto, os limites podem variar de acordo com o dia ou horário que o serviço for utilizado, apesar do PIX funcionar 24 horas por dia e 7 dias por semana, também há a possibilidade de agendar pagamentos.

Quanto às tarifas, as instituições são livres para tarifar pessoas jurídicas, sendo que pessoas físicas são isentas de tarifas.

Como funciona o PIX: chaves

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico 5
Imagem: Banco BV

A chave do PIX é uma forma de identificar o usuário dentro de todo o ecossistema PIX. Em suma, as chaves são um tipo de apelido que funcionam como o endereço da sua conta.  E é você que a escolhe quando for fazer o cadastro. Então, essa chave vai permitir que você faça pagamentos, transferências de dinheiro para outra pessoa, apenas digitando a chave fornecida por ela.

Ademais, quando a chave é fornecida o sistema já vai saber para qual conta o dinheiro deve ser enviado, sem que a pessoa precise fornecer os dados da conta. Pois, ao cadastrar a chave PIX, os dados já ficam cadastrados no sistema. De acordo com Banco Central, cada pessoa física poderá ter até 5 chaves por conta que estiver sobre sua titularidade.

Já para pessoa jurídica, o limite é de até 20 chaves por conta, porém, não é possível repetir a mesma chave para contas diferentes. Pois, como o código funciona como o endereço de entrega do dinheiro, ao usar a mesma chave, o sistema não conseguiria identificar para qual conta deve ser feita as transações bancárias. Mas, pode ter chaves distintas cadastradas em quantas contas de diferentes bancos tiver.

QR Code do PIX

como funciona o pix saiba o que e como se cadastrar e as vantagens do servico 6
Imagem: Você SA

Para utilizar o QR Code do PIX o usuário ou o estabelecimento que irá receber o pagamento deve apresentar um QR Code que pode ser lido por qualquer smartphone. De acordo com o Banco Central cada tipo de QR Code terá um uso diferente, tais como:

  • QR Code estático – usado em múltiplas transações, onde o valor será definido para um produto ou pagamento específico.
  • QR Code dinâmico – usado para pagamento de compras, pois apresenta informações diferentes a cada transação realizada. Também há a possibilidade adicionar informações posteriormente.

Ademais, no próprio aplicativo da instituição poderá ser gerado um QR Code do PIX, que o usuário poderá compartilhar com outros usuários para realizar transações bancárias.

Em suma, a forma como funciona o PIX é segura e garantida pelo Banco Central. Além de ser uma forma de realizar transações bancárias de forma simples e rápida. Por fim, é muito fácil de cadastrar e caso seja pessoa física, não terá que pagar nada pelos serviços do PIX.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: DOC e TED, qual é a diferença na hora da transferência bancária?

Fontes: Nubank, UOL, Infomoney, Isto é

Imagens:  Blog do Vestibular, Tecnoblog, Assespro- MG, Mercado de Consumo, Legislação e Mercados, Plataforma de E-commerce, Suno, Banco BV, Você SA

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *