Assim como Seu Nome

0
35

Assim como Seu Nome

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

“E D’us lembrou-se de Rachel, e D’us deu ouvidos a ela e abriu seu ventre. E ela concebeu e deu à luz um filho, e disse: “D’us tirou minha reprovação.” Então ela o chamou de Iosef, dizendo: “Que HASHEM me conceda mais um filho!” (Bereishit 30:22-24)

Conforme cada um dos filhos de Ia´aqov nasceu, a Sagrada Torah se deu ao trabalho de nos dizer seus nomes e a razão desses nomes. Há um monte de nomes acontecendo. O que há em um nome? Muito! Um nome descreve o potencial de uma pessoa. Um pai, portanto, é imbuído de um toque de profecia ao dar um nome a seu filho.

Posso contar uma série de histórias sobre o nome de cada um de meus filhos. Vou compartilhar um aqui agora. Minha esposa e eu já tínhamos sido abençoados com três meninos maravilhosos e ela estava esperando um quarto. Era Erev Shabat – Tisha B’Av 28 anos atrás. O dia que deveria ser o mais austero e sério do ano estava sendo substituído pelo esplendor do Shabat este ano.

Estávamos nos preparando para aquela ocasião sagrada, quando minha esposa começou a sentir dores, dores de parto. Elas estavam ficando mais intensas e frequentes. Rapidamente distribuímos os meninos para vizinhos gentis e seguimos para o hospital para estar lá antes do Shabat!

Às 8:17 daquela noite de verão, minha esposa deu à luz um lindo menino. Momentos depois, estávamos sentados juntos no quarto do hospital cantando Shalom Aleichem e Eishet Chayal, fazendo Kidush e saboreando a comida que trouxemos. Foi surreal e sereno.

Começamos a discutir nomes. Apresentamos nomes que seriam relevantes para Tisha B’Av, como Menachem ou Nechamia. Nenhum de nós tinha uma preferência clara. Após a refeição, minha esposa precisava descansar e eu comecei uma jornada de oito quilômetros de volta para casa.

Ao longo do caminho, eu estava misturando e combinando nomes em minha mente. Eu simplesmente não conseguia afastar esse nome. Simcha Zissel! Cada nome de alguma forma foi conectado e misturado com Simcha Zissel.

Três milhas e meia adiante, encontrei-me passando pela casa do meu Rebe. Bati na porta. Eles tinham acabado de terminar seu Seudah. Ele ficou surpreso ao me ver. Ele me perguntou o que havia me trazido ali a esta hora. Contei a ele a boa notícia de que minha esposa e eu acabamos de ter um filho. Ele desejou um caloroso Mazel Tov e perguntou: “Quando o bebê nasceu!” Eu disse a ele com orgulho: “Mashiach nasceu em Tisha B’Av!” Ele perguntou novamente: “A que horas nasceu o bebê?” Eu disse, “8:17” (era hora do crepúsculo – não mais dia e não exatamente noite). Ele me disse que colocará seu tefilin no 8º B’Av L’Chumra – para ser rigoroso.

Senti o ar sendo retirado do meu ego reconhecidamente inflado. Ele também sentiu e me disse imediatamente que o 8º dia de Av também é um dia auspicioso. Eu perguntei a ele o que havia de tão especial naquele dia. Ele disse, é o Alter do Yurtzeit de Kelm. Eu disse: “Você quer dizer Simcha Zissel!?” Ele reconheceu: “Sim!” Eu disse a ele que não poderia deixar aquele nome todo o caminho até aqui!

No dia seguinte, logo após o Shabat, fui visitar minha esposa no hospital e contei a ela sobre todo o diálogo incrível. “Então, temos um nome, Simcha Zissel!” Minha esposa se opôs. “Simcha costuma ser nome de menina e Zissel é mais frequentemente nome de menina. Eu não estou nomeando meu filho com nomes de duas meninas!” Então, voltei ao meu Rebe e a sugestão foi feita, desde que eu estava trabalhando para Ohr Somayach, que recebeu o nome de Meir Simcha de Devinsk, que não tinha descendentes sobreviventes, talvez pudéssemos combinar os nomes juntos. Minha esposa concordou e ficou encantada, e agora este Meir Simcha Zissel tem gerado uma luz doce e alegre desde então, assim como o seu nome.

Entendemos que o poder de um nome pode mudar não somente uma pessoa, mas uma família, um povo e até uma nação!

Por isso devemos cuidar para que em nossos lábios sempre esteja o nome de Ieshua – que significa “O Eterno salva” – em reconhecimento à sua obra como o Ungido – Messias – que veio com uma missão específica: “Salvar o seu povo de seus pecados” Mt 1.21.

Hoje celebramos a este nome e é por causa deste nome que temos a esperança de um dia rever nossos amados e podermos desfrutar da eternidade retornando as nossas origens: o céu.

Que neste dia possamos declarar em alto e bom som: “Ieshua é o Senhor” e assim confessarmos com nossos lábios Quem Ele é em nossas vidas. Que tenhamos um dia de muita “simcha” – alegria em nome de Ieshua!

Baruch ha Shem!

Tradução e adaptação: Mário Moreno.

Por Rav. Mário Moreno, fundador e líder do Ministério Profético Shema Israel e da Congregação Judaico Messiânica Shema Israel na cidade de Votorantim. Escritor, autor de diversas obras, tradutor da Brit Hadasha – Novo Testamento e conferencista atuando na área de Restauração da Noiva.

*O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: A vingança final

FONTE ORIGINAL

Deixe uma mensagem para esse post

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui