A diferença de quem consegue para quem tenta

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Você certamente já se deparou com dias extraordinários nos quais acordou com disposição, realizou tudo o que pretendia e foi dormir orgulhoso de si. Acordou cedo, foi à academia, comeu saudável, resolveu várias pendências do trabalho e ainda chegou em casa com energia, pronto para outra.

Mas, cá entre nós, na maior parte das vezes, um dia desses é exceção. É muito provável que em 70% dos dias, você não acorde assim e, tudo bem, faz parte do jogo. O que preciso te alertar é: você não pode ficar refém dessa motivação para produzir, é preciso desempenho mesmo naqueles dias em que o ânimo não está em alta.

A disciplina é o caminho

A principal disparidade entre as pessoas está justamente na capacidade de executar nos dias ruins, nos quais Zézinho se esforça e cumpre os compromissos que se propôs, mesmo que cansado, e Luizinho resolve passar o dia enrolando.

Ser capaz de seguir em frente executando como em um dia bom, apesar de sentimentos negativos ou indisposição é a habilidade que, em longo prazo, implicará em resultados esplêndidos.

Por isso gosto tanto da frase: “discipline equals freedom” (disciplina é igual à liberdade), cunhada por Jocko Willick, referência em liderança e comandante dos SEAL’s, batalhão de operações especiais da marinha norte-americana.

Muitas pessoas dão uma conotação ruim à palavra “disciplina”, atribuindo a um significado de punição, mas, diferente disso, disciplina diz respeito a cumprir os acordos que você faz com você mesmo. Basicamente, tem muito mais a ver com autorrespeito, por se tratar de um comportamento onde você opta de forma recorrente pelo que é melhor para você no longo prazo, em detrimento de satisfações imediatas.

A vida inteira o que deu certo para mim foi consistência e disciplina e é fácil observar este padrão de valor em pessoas que considero de sucesso.

Uma forma clara de manifestação de autodisciplina é através dos esportes e da alimentação. Apesar de ser uma característica de atletas de alta performance, ela é apresentada por muitos dos melhores empreendedores, mostrando que não apenas são pessoas movidas por desafios e autossuperação, mas que manifestam a disciplina como valor.

Por exemplo, Guilherme Benchimol, fundador e CEO da XP Inc., além de jogar tênis e correr em sua rotina, ele simplesmente participa de ultramaratonas e já concluiu corridas de 100 Km.

Outro caso é o de Alexandre Birman, CEO da Arezzo Co., gigante do varejo de moda. O Birman é triatleta de alta performance e não só conclui provas como o Ironman, mas busca constantemente evoluir seu desempenho.

A própria Cristina Corrêa, escritora e jornalista que escreveu a biografia de Jorge Paulo Lemann (sócio da AB-Inbev), de Abílio Diniz (fundador do Grupo Pão de Açúcar) e de Vicente Falconi (fundador da consultoria Falconi), quando perguntada o que os três ícones da gestão tinham em comum, deu a seguinte resposta: “A disciplina. Todos cuidam da saúde, se alimentam bem e se exercitam. Basta olhar a foto deles no decorrer do tempo: o peso nem sequer muda ao longo das décadas.”

Por conta disso, meus caros, exercite a disciplina. Disciplina é treino. Como qualquer outra habilidade, algumas pessoas terão mais facilidade ou predisposição para desenvolvê-la, mas todos podemos melhorá-la. Portanto, faça a sua parte, só quem tem a ganhar é você.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *