Início ECONOMIA Cepal eleva projeção de crescimento da América Latina em 2021, mas faz alertas

Cepal eleva projeção de crescimento da América Latina em 2021, mas faz alertas

por Estadão Conteúdo
8 Já viram


O crescimento econômico da América Latina em 2021 será de 5,2%, o que não será o suficiente para assegurar uma alta sustentada, de acordo com a projeção contida em relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) publicado nesta quinta-feira, 8. Ainda assim, a Comissão aumentou sua perspectiva, que era de 4,1% em abril, no que é um valor que “denota recuperação da profunda contração de 6,8% registrada em 2020”, segundo o documento.

Para o Brasil, a Cepal projeta uma alta no PIB de 4,5% em 2021 e de 2,3% em 2022, ambas abaixo da média da região, que é de 2,9% no ano que vem.

De acordo com o relatório, que leva especialmente em conta os impactos da covid-19 na região mais atingida pela pandemia, a taxa de crescimento atual não é sustentável, e existe “um risco de retorno a trajetórias medíocres, com insuficiente investimento e emprego”, além de maior deterioração ambiental. A Cepal lembra que em junho, a região acumulava mais de 1.260.000 óbitos devido à covid-19, o que representa 32% do total mundial, apesar de sua população representar 8,4% no âmbito global.

Em termos fiscais, a avaliação da Comissão é de que é “imprescindível manter as políticas para apoiar as transferências sociais emergenciais, setores produtivos e reverter a persistente queda do investimento para continuar mitigando os efeitos da pandemia”, além de avançar em uma recuperação transformadora com igualdade.

A Cepal recomenda que o espaço fiscal seja aumentado por meio do “crescimento da arrecadação tributária e da redução de gastos desnecessários”. Também diz ser “necessário consolidar os impostos sobre a renda, estender o alcance dos tributos sobre propriedade e patrimônio”. Outro ponto destacado no relatório é o de revisar e atualizar de forma progressiva os royalties sobre a exploração de recursos não renováveis. Por fim, a Comissão recomenda “considerar os impostos sobre a economia digital, ambientais e relacionados com a saúde pública”.

Veja também

+ Adolescentes usam vinho que custa R$ 18 mil para fazer sangria

+ Sasha antecipa volta ao Brasil e pede orações pela saúde do pai, Luciano Szafir

+ SBT decide afastar Eliana e funcionários que tiveram contato com Rodrigo Faro

+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome

+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar

+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte

+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual

+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago




Esse conteúdo pertence ao site:

Site: https://istoe.com.br/categoria/economia/

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Olha essas aqui:

Deixe um Comentário

O Site iMove Web é um AGREGADOR DE CONTEÚDOS, onde buscamos por fontes seguras que permite em seus sites, o formato: RSS/FEED, como se trata de conteúdo de terceiros, prezamos por isso, e informamos no final de cada post a REAL FONTE do post, e ainda todos os posts aqui publicados, são mantidos na integra de cada autor, sem alterar um paragrafo ou link inserido na postagem, todos direitos de imagem, textos e vídeos são atribuídos ao autor original. Somos contra FAKE NEWS, caso você leitor, se depare aqui com alguma notícia FALSA ou ENGANOSA, por favor nos envie um e-mail denunciando esse post. E-mail: contato@imoveweb.com.br FECHAR

SOBRE NÓS