ECONOMIA

Xiaomi anuncia o smartphone Mi 11, concorrente do iPhone 12 e Galaxy S21, por R$ 8.000; compare os aparelhos

(Divulgação/Xiaomi)

SÃO PAULO – A Xiaomi anunciou nesta terça-feira (8) a chegada de novo smartphone top de linha, o Mi 11. O aparelho, que tem como principais concorrentes iPhone 12 e Samsung Galaxy S21, já está disponível no site da empresa a partir de hoje em uma única versão custando R$ 7.999,99.

Thiago Araripe, gerente de marketing de produtos da Xiaomi no Brasil, explica que a chegada desse smartphone tem como objetivo mostrar para o consumidor brasileiro que a fabricante chinesa pode bater de frente com os principais smartphones top de linha do mercado.

“Nossa marca vem ganhando muito espaço no Brasil, mas em muitos casos somos lembrados primeiro pela fabricação de smartphones intermediários como o Redmi Note 10. Queremos mostrar que temos muita tecnologia, acabamento, e sabemos fazer o smartphones premium de muita qualidade. Não estamos nos aventurando em outro mercado, sabemos fazer esse tipo de produto. É o nosso principal lançamento da marca não só no Brasil, mas no mundo em 2021”, afirma o executivo ao InfoMoney.

Características

O Mi 11 é equipado com um conjunto de três câmeras: a câmera grande angular de 108MP, que possui estabilização para produção de fotos e vídeos, a de 13MP ultra grande angular para fotos mais afastadas e 5MP telemacro para tirar fotos de perto.

As três câmeras apresentam modo noturno, para fotos e vídeos mesmo com pouca luz. Para quem deseja ter um conteúdo criativo e divertido, o smartphone tem alguns efeitos especiais, como zoom especial, um efeito em que é possível tirar várias fotos em diferentes posições na mesma fotografia, time lapse, entre outros.

A tela é Amoled WQHD+ de 6.81 polegadas e promete 64 vezes mais cores que os principais smartphones concorrentes do mercado. “Com alto nível de brilho, o usuário pode enxergar o conteúdo mesmo abaixo de fortes raios solares. A fluidez da tela chega a 120Hz, se adaptando automaticamente ao conteúdo exibido, combinado aos sensores de 360º, que garantem o ajuste de acordo com o ambiente”, acrescenta Araripe.

Ainda, o Mi 11 é equipado com o chip Qualcomm Snapdragon 888, que alia bom desempenho e baixa geração de calor. O novo chip ainda traz novas gerações dos modems 5G, mecanismo de inteligência artificial.

O aparelho conta com uma bateria de 4.600 mAh de capacidade, capaz de entregar um dia útil inteiro de uso contínuo. “Ainda que conte com uma bateria potente, o design do produto não é comprometido, com apenas 8.06 mm de espessura, tem visual elegante e moderno”, avalia Araripe.

O smartphone conta com um carregador na caixa de 55W e também possui a opção de carregamento rápido sem fio de 50 W vendido separadamente. Apesar de manter o carregador na caixa, agora a Xiaomi adaptou a entrada de fone de ouvido para a USB-C como a dos novos iPhones. “Mas enviamos o adaptador para P2 na caixa”, diz Araripe.

O consumidor encontra o aparelho em preto, branco e azul claro.

Segundo Luciano Barbosa, diretor da Xiaomi no Brasil, o aparelho estará disponível na loja online oficial da empresa (mi.com.br), nas lojas físicas próprias e também em alguns varejistas parceiros selecionados, como Fast e Magazine Luiza, a partir desta terça.

(Divulgação/Xiaomi)

Mi 11, iPhone 12 e Galaxy S21

Para facilitar na escolha de um novo aparelho, o InfoMoney separou uma comparação entre os modelos top de linha de smartphones disponíveis no mercado das principais concorrentes da Xiaomi: Apple e Samsung.

No caso do aparelho da fabricante chinesa, há apenas uma versão que seria equiparável com as versões mais completas disponibilizadas pelas concorrentes. Já no caso do iPhone 12 e do Galaxy S21, há versões de entrada que são mais baratas e tem especificações um pouco diferentes.

Por isso, foram selecionadas as versões mais completas de cada aparelho. Veja:

Mi 11 iPhone 12 Pro Max Galaxy S21 Ultra
Preço R$ 7.799,99 R$ 10.999,00 R$ 8.499,00
Capacidade interna 256 GB 512 GB 128GB, 256GB e 512 GB
RAM 8GB 6GB 16 GB
Bateria 4.600 mAh 3.687 mAh 5.000 mAh
Processador Qualcomm Snapdragon 888  A14 Bionic (Apple) Qualcomm Snapdragon 888/ Exynos 2100 (Samsung)
Tela Amoled 6.81 polegadas Super Retina XDR de 6,7 polegadas Amoled de 6,8 polegadas
Câmera Três câmeras traseiras (108MP, 13MP e 5MP) e uma frontal (20MP) Três câmeras traseiras de 12MP e uma frontal de 12MP + sensor LiDAR Três câmeras traseiras (108MP, 10 MP e 10MP) e câmera frontal (12MP)
Espessura 8,06 mm 7,4 mm 8,9 mm
5G? Sim Sim Sim

Araripe explica que a ideia com esse novo produto é mostrar para os clientes a capacidade da Xiaomi de concorrer de igual para igual com as principais concorrentes.

“Sabemos que o desafio é grande: para um cliente desse perfil premium comprar um celular da Xiaomi hoje, antes precisa romper um relacionamento com outra marca – provavelmente de anos. Mas acreditamos que nosso produto está super equipado para atrair esses clientes. Entre outras novidades, atualizamos o sistema operacional para o 12.5 e está muito mais bonito e leve, além de trazer mais credibilidade para a marca no segmento premium”, explica o executivo.

Mi Band 6 e Aspirador G10

Além do smartphone Mi 11, a Xiaomi anunciou também nesta terça mas dois produtos que já estão disponíveis: a Mi Band 6 e um aspirador de pós vertical, chamado G10.

Mi Band 6

A Mi Band é um dos três produtos mais vendidos da Xiaomi desde que chegou ao Brasil: ela possui seis opções de cores (amarelo, azul, laranja, cinza, verde e vermelho) e 60 mostradores de tela possíveis.

“A Band 6 conta com uma tela Amoled Full, ou seja, possui cerca de 50% a mais de espaço útil de tela na comparaçãndo com a Band 5. Possui também o Spoo2, um monitorador de oxigenação de sangue porque vimos que dada a pandemia essa necessidade aumentou. A pulseira ainda tem uma bateria que pode durar 14 dias e 30 modos esportes que mapea os exercícios”, conta Araripe.

A pulseira chega ao Brasil por R$ 699,99 e já está disponível a partir desta terça também.

“A pulseira concorre todo mês com a balança inteligente e o fone sem fios em produto mais vendido. Apesar do lançamento, as versões 4 e 5 seguem sendo ofertadas” explica Barbosa.

Aspirador G10

Outra novidade da Xiaomi é o aspirador vertical  G10, que também pode passar pano e funciona com bateria.

“O aparelho vem em peças que podem ser montadas de diferentes maneiras a depender do objetivo da limpeza. É possível aspirar o chão, superfícies delicadas, ou sofás, por exemplo. O carregador vem na caixa e bateria dura até 65 minutos no modo econômico, cerca de 30 minutos no modo padrão e 10 minutos no modo mais potente. E há uma opção de modo automático para limpar qualquer superfície”, explica Barbosa.

O produto também já está disponível a partir desta terça e chega por R$ 3.899,99.

“Nós fizemos um produto para concorrer com a marca Dyson, que é especialista nesse tipo de produto, porém tem preços que podem passar dos R$13 mil. Pode parecer caro, mas o custo-benefício do G10 é muito bom e que vem sendo cada vez mais procurado devido à mudança no comportamento do consumidor diante da pandemia. Mais itens para a casa vem sendo procurados”, avalia Barbosa.

Por que tantos lançamentos?

“Percebemos desde que chegamos que o brasileiro gosta de novidade. Então, adotamos a estratégia de manter um fluxo de lançamentos, e sempre com novas tecnologias. Agora, vamos focar ainda mais nos produtos premium. Eles ganharam bastante participação na pandemia, principalmente neste primeiro trimestre”, explica Barbosa.

Em outra reportagem, o InfoMoney já explicou os desafios que a Xiaomi vem enfrentando e a estratégia que está aplicando para crescer no Brasil. Hoje, os smartphones correspondem por 50% do faturamento, e o ecossistema da fabricante chinesa pelos outros 50%. Entre os produtos considerados premium mais vendidos estão o Roteador WI-FI 6 e um Kit Automação para a casa. Os produtos mais vendidos do portfólio da empresa no Brasil entre março de 2020 e março de 2021 foram a balança inteligente, o fone de ouvido bluetooth e o relógio fitness inteligente Mi Band 5.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se já.



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: www.infomoney.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)