“Vi o amor de Deus”

0
16

“Vi o amor de Deus”

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Para o que a maioria das pessoas acredita ser impossível, Cedric e Sinthia dizem que é possível. Casados ​​há dois anos, eles foram batizados em 12 de setembro no Norte da França e juntos decidiram caminhar com Deus.

“Agradeço ao Senhor por enviar a Sinthia em minha jornada”, disse Cedric. “Uma mulher que tem o amor de Deus nela. Hoje, fico muito feliz por experimentar o que as pessoas pensavam ser impossível. Conseguimos. Casamos há dois anos e hoje estamos fazendo uma aliança com o Senhor. Glória a Deus!”

Cedric, de 39 anos, sofre de uma miopatia que o imobilizou em uma cadeira de rodas desde muito jovem. Sem conseguir mover os braços nem as pernas, ele é fisicamente dependente.

A deficiência, no entanto, não impediu Cedric de estudar, trabalhar e viver conquistas. Ele trabalhou por cinco anos no departamento de recursos humanos da SNCF, a ferrovia estatal francesa.

“Minha jornada foi cheia de armadilhas e tem sido um desafio para mim, especialmente no início dos meus estudos da universidade”, disse ele. “Por exemplo, às vezes eu me via no meio do inverno na chuva, incapaz de lidar com minha cadeira de rodas elétrica. Na época, não tinha ninguém para me ajudar”.

Ele continua: “Quase deixava cair tudo, mas o Senhor sempre esteve lá por mim, eu sei disso. Ele colocou no meu caminho pessoas que Ele usou para realizar Sua obra em minha vida. Agradeço muito a Deus por isso”.

Entre essas pessoas, Cedric cita seu amigo Jackson Sintina, que o convidou várias vezes para visitar sua igreja em Aubervilliers, cidade localizada centro-norte da França. 

“Sempre soube que Jesus era nosso Salvador; sempre tive Ele dentro de mim. Aos poucos, fui me aproximando cada vez mais da Bíblia e conversamos cada vez mais sobre isso com Jackson”, conta Cedric.

A pedido do amigo, Cedric contou seu testemunho em algumas igrejas da França. Para ele, compartilhar sua história é uma forma de expressar gratidão a Deus. “Achei que seria um jeito humilde e sincero de agradecer a Deus por tudo o que Ele me deu em minha vida”, disse Cedric. “Até as provações que Ele nos dá são para nos fazer crescer. Na verdade, Deus nos ama e eu posso testemunhar o Seu amor”.

Cedric diz que seu relacionamento com Sinthia também o aproximou de Deus. “É algo que mudou radicalmente a minha vida”, disse ele. “Através dela, posso ver o amor de Deus. Ela é uma mulher que ama a Deus e deseja servi-Lo. Ela é um verdadeiro presente do céu”.

Cedric sabe que muitas pessoas tiveram dúvidas sobre seu casamento, mas destaca: “Nosso casamento e batismo são perfeitamente normais se realmente acreditarmos em Deus. O que é impossível para os homens é possível para Deus. Esta é a mensagem de esperança e fé na promessa de nosso Senhor, que desejamos compartilhar”.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários