Vasco diz ser contra a volta de público nos estádios: ‘Discussão prematura’

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A declaração do Gigante do Colina ocorre no seguinte de uma reunião entre os médicos dos clubes do Rio de Janeiro que disputam o Carioca e membros da Ferj, onde debateu-se a ideia de autorizar o ingresso de torcedores convidados pelas equipes aos jogos da competição

Rafael Ribeiro/VascoJorge Salgado é o atual presidente do Vasco

O Vasco emitiu uma nota na tarde deste sábado, 6, para se manifestar contra o retorno dos torcedores aos estádios nas partidas do Campeonato Carioca. No comunicado, o clube afirma que já informou o seu posicionamento à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), reforçando que é “veementemente” contrário à volta de público neste momento – o Brasil viveu a pior fase da pandemia nesta semana. A declaração do Gigante do Colina ocorre no seguinte de uma reunião entre os médicos dos clubes do Rio de Janeiro que disputam o Carioca e membros da Ferj. Nela, debateu-se a ideia de autorizar o ingresso de torcedores convidados pelas equipes aos jogos da competição, começando com o jogo Flamengo x Fluminense, da terceira rodada, marcado para o dia 14, no Maracanã.

Alguns requisitos foram sugeridos para garantir a segurança e o menor risco de contágio com a prática, como a exigência de que os torcedores selecionados já tenham sido contaminados pelo novo coronavírus e possam apresentar exames atestando a existência de anticorpos. Não há previsão de que integrantes de grupo de risco possam estar entre os convidados. Para que possa haver a aplicação da proposta, é necessário que os estádios estejam adaptados para a utilização de protocolos de distanciamento social, compostos por barreiras físicas e assentos com marcações, a fim de evitar aglomerações. Hoje, no Estado, apenas o Maracanã, utilizado por Flamengo e Fluminense, cumpre esses requisitos e estaria pronto para eventualmente receber público nessas condições. Ainda assim, o Vasco se mostrou completamente contra a ideia, reforçando que “o retorno de torcedores aos estádios é uma discussão prematura visto o recrudescimento da pandemia do novo coronavírus no Brasil”.

Veja a nota completa abaixo

O Vasco da Gama entende que o retorno de torcedores aos estádios é uma discussão prematura visto o recrudescimento da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

O presidente Jorge Salgado e sua diretoria administrativa já comunicaram tal posição à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ), além dos clubes que por ela são representados, e reitera a vontade do CRVG em restringir o acesso somente aos profissionais credenciados, conforme protocolo já adotado durante o Campeonato Carioca 2021.

O Vasco reforça ainda que defende a continuidade da competição estadual, haja visto que o Rio de Janeiro é um estado territorialmente pequeno, e que os deslocamentos da delegação cruzmaltina, e das demais equipes, não envolvem transporte aéreo ou uma logística de grande complexidade.

O Clube reitera ainda ser favorável ao reforço do protocolo sanitário rígido adotado pela competição, com testagens periódicas para a Covid-19, uso de máscaras faciais, álcool gel e distanciamento social nas áreas de competições, conforme determina o Ministério da Saúde.

Portanto, o Vasco da Gama é veementemente contra o retorno de público aos estádios de futebol no atual momento de crise sanitária do país.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *