Ubisoft Brasil e Greenpeace se unem para ajudar comunidades indígenas

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Nesta quinta-feira (21), a Ubisoft Brasil e o Greenpeace Brasil anunciaram que estarão unidos para ajudar as comunidades indígenas que foram afetadas pela pandemia de Covid-19. A Ubisoft Brasil dará espaço em sua programação, durante o Campeonato Playstation de Rainbow Six, para que seja falado sobre a campanha Ajude os Povos do Amazonas, realizada pelo Greenpeace.

Durante este momento difícil, a organização tem utilizado sua infraestrutura para auxiliar na distribuição de cilindros de oxigênio e seringas para a vacinação. Durante a transmissão da Ubisoft Brasil, o público poderá conhecer mais sobre a campanha e realizar uma doação para colaborar com a iniciativa.

Game 4 Good

A união entre a Ubisoft e o Greenpeace será o início do projeto Game 4 Good, que busca ajudar 12 organizações sem fins lucrativos com a intenção de “conscientizar e dar suporte a causas importantes para o planeta, contribuindo para um futuro melhor para as próximas gerações”.

Confira o que Bertrand Chaverot, diretor da Ubisoft da América Latina, comentou sobre o assunto.

“A parceria com o Greenpeace é só o pontapé inicial de uma série de iniciativas focadas no planeta e nas pessoas que mais precisam de ajuda. A intenção da Ubisoft com o projeto é aproximar o público gamer de questões como essas, conscientizar, ajudar e mostrar que a força do universo dos jogos eletrônicos pode ir muito além do gameplay”

Iran Magno, porta-voz da campanha do Greenpeace, afirmou que com a atual situação da pandemia este é o momento de agir.

“Em 2020, mais de 63 toneladas de equipamentos e insumos de saúde foram distribuídos em cinco meses em apoio às populações indígenas. Com o agravamento da pandemia, entendemos que é novamente hora de ação. Precisamos fortalecer a região norte e populações vulneráveis no enfrentamento da Covid-19 e, para isso, ampliar a rede de informação e solidariedade, como estamos fazendo hoje, é fundamental.”

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *