Três países vão enviar missões a Marte nos próximos dias

0
6

Três países vão enviar missões a Marte nos próximos dias

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Entre julho e agosto deste ano, a Terra e Marte estarão mais próximos. Aproveitando essa janela, que ocorre apenas a cada 780 dias, três países vão enviar missões para o planeta vermelho: Estados Unidos, China e Emirados Árabes Unidos.

A primeira delas, chamada de Al Amal (Esperança, em tradução livre), dos Emirados Árabes Unidos, está prevista para ser lançada no dia 15 de julho a partir de Tanegashima, uma remota ilha japonesa.

A intenção é de estudar como a atmosfera marciana muda diariamente, com uma atenção particular à água do planeta.

No dia 30 de julho, será a vez da China, com a Tianwen-1 (Perguntas Celestes, em tradução livre).

Essa é a segunda missão que o país está tentando mandar para Marte. A primeira, Yinghuo-1, foi perdida em 2012 quando a nave russa na qual a sonda estava à bordo falhou durante o lançamento.

Agora, a China está usando uma tecnologia própria, que foi bem-sucedida em outras ocasiões, inclusive em dois pousos na lua.

Se tudo ocorrer conforme o planejado, a China será o terceiro país a pousar em Marte. Os dois primeiros fora Estados Unidos e Rússia. A Índia também tem um satélite no planeta vermelho, mas ele apenas orbita e tocar o solo nunca foi a intenção.

A terceira e última é a da NASA, com a sonda Perseverance (Perseverança, em tradução livre), prevista para ser lançada entre 30 de julho e 15 de agosto.

Ela será a primeira sonda que terá como objetivo encontrar evidências de que já existiu vida em Marte, já que outras missões foram focadas em buscar indícios de água e habitabilidade, segundo a geologista da NASA Abigail Allwood.

O equipamento vai investigar a geologia em detalhes e usar uma broca para coletar amostras de sedimentos que serão enviados de volta à Terra para análise em 2026.

A missão de 2020 da NASA em Marte também vai tentar testar um pequeno helicóptero autônomo chamado Ingenuity (Engenhosidade, em tradução livre), que deve decolar assim que a sonda pousar.

Se tudo ocorrer bem, a previsão é que as três sondas cheguem ao planeta vermelho em fevereiro de 2021.

Uma quarta missão para Marte, ExoMars, também estava prevista para ser lançada neste mês pela União Européia e a agência espacial Russa, mas foi adiada para 2022.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários