TECNOLOGIA

Tempestade de granizo danifica templo na Cidade do México -Olhar Digital

Um dos principais templos astecas da Cidade do México foi danificado pelo excesso de granizo que caiu na capital mexicana na quarta-feira (28). A tempestade derrubou um telhado que protegia parcialmente o sítio arqueológico do Templo Mayor. O tempo segue chuvoso no local, mas com menos intensidade no fim de semana.

O incidente no Templo Mayor atingiu a cobertura da Casa das Águias e deixou uma pessoa ferida, sem gravidade, de acordo com a Secretaria de Gestão Integral de Riscos e Proteção Civil da Cidade do México (SGIRPC-CDMX). Ele foi identificado, no dia seguinte, pelo presidente Andrés Manuel Lopez Obrador como sendo o policial Juan Romero Cruz.

publicidade

Leia mais:

“A chuva e o granizo foram muito fortes aqui no centro. Tanto o Ministério da Cultura quanto o INAH (Instituto Nacional de Antropologia e História) estão tratando desse assunto”, disse o presidente mexicano, em coletiva de imprensa. Ele acrescentou que outro telhado será colocado.

As obras de restauro serão realizadas nos próximos meses, de acordo com Patricia Ledesma Bouchan, diretora do Museu do Templo Mayor, em entrevista à CNN Español. Além do telhado, a cerca também foi danificada pelo granizo. Felizmente, os danos nas estruturas astecas foram mínimas e são recuperáveis.

Já na noite de quinta-feira (29), uma escora foi colocada na Casa das Águias do Templo Mayor. A secretária de cultura do México, Alejandra Frausto, publicou uma foto do início dos trabalhos em sua conta oficial no Twitter.

A queda parcial da coberta aconteceu no dia seguinte à reabertura do Templo Mayor, após um ano. O local ficou fechado por causa da pandemia de coronavírus e retomou as atividades com medidas sanitárias e horário reduzido. Apenas grupos de até dez pessoas podem entrar no templo.

O Templo Mayor era um dos principais da civilização asteca, quando a Cidade do México ainda se chamava Tenochtitlan, sendo construído no século XIV. O santuário chegou a ser “perdido” após a colonização espanhola, que desmantelou o local e o cobriu com uma nova cidade. Os vestígios começaram a ser encontrados no final do século XVIII, mas foi só no século XX que aconteceram as primeiras escavações.

Via: Televisa



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: https://olhardigital.com.br/

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)