Segundo reportagem, a Activision está resistindo a políticas de diversidade

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

De acordo com o site Vice, a Activision tem se mostrado resistente com relação a execução de políticas de contratações com mais diversidade de etnias e gêneros que é proposta pela AFL-CIO (A Federação Americana do Trabalho e Congresso de Organizações Industriais).

Neste mês de janeiro, investidores Electronic Arts e Activision receberam uma proposta da AFL-CIO que falava sobre a possível utilização de um modelo de contratação que ofereça mais oportunidades para mulheres e pessoas de minorias étnicas.

Confira o que a AFL-CIO disse sobre a proposta.

“O propósito da Política de Diversidade na Procura de Candidatos proposta é garantir que a base de recrutamento da Companhia para contratações externas seja adequadamente diversificada. Uma força de trabalho diversificada em todos os níveis da companhia podem melhorar a performance a longo prazo.”

A posição da Activision

Segundo a reportagem da Vice, a Activision se mostrou crítica com relação a proposta. Confira o que advogados teriam declarado ao órgão governamental SEC.

“Embora a Companhia tenha implementado uma política da Regra Rooney como pensada [para candidatos à diretoria e CEO], implementar um sistema que estenderia esta tática para todas as decisões de contratação representa um obstáculo impraticável na habilidade da companhia de fazer seus negócios e competir por talento em um mercado veloz e altamente competitivo. A Proposta não deixa espaço para a gerência ou diretoria da Companhia exercitar discrição em como novas decisões de contratação são estruturadas”

A Regra Rooney é utilizada na NFL, fazendo com que times de futebol americano precisem entrevistar pelo menos um candidato de minoria étnica sempre que estiverem procurando por um novo técnico.

A Activision respondeu ao artigo enviando um comunicado de imprensa ao IGN. A desenvolvedora afirmou que a VICE descaracterizou as declarações. Confira.

“A Vice descaracterizou completamente o comunicado ao SEC feito por nossos advogados externos. Na verdade, nossas práticas de contratação são fundamentadas em garantir diversidade para todos os papéis. Nós fazemos isso agressivamente e com sucesso. Nossa objeção está ligada ao fato de que a proposta da AFL-CIO falha em considerar adequadamente como aplicar essas práticas em todos os países em que operamos.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *