Segunda maior clínica de abortos tardios é fechada no Reino Unido

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

De acordo com um dos principais grupos pró-vida do Reino Unido, Right to Life UK (Direito à vida no Reino Unido), a segunda maior clínica de abortos tardios do país, conhecida como “The Lodge”, fechou suas portas e não atenderá mais ao público.

O grupo informou que a clínica, localizada em Streatham, no sul de Londres, já realizou mais de 13 mil abortos entre 2017 e 2019. Só de abortos tardios, de bebês com 20 semanas de gestação ou mais, foram cerca de 1.200, nos últimos três anos. 

A clínica que funcionava numa “mansão vitoriana” foi acusada de uma série de escândalos, desde aparelhos em más condições de funcionamento até a falta de treinamento de suporte à vida por parte dos funcionários.

De acordo com o grupo pró-vida, na clínica ocorriam vários incidentes que não eram revelados. “Apenas 9 de 24 funcionários receberam treinamento para detectar e tratar a sepse [infecção grave no sangue causada por bactérias e que pode levar a paciente à morte]”, conforme o Christian Post.

Catherine Robinson, porta-voz da Right To Life UK, disse que “o fechamento de uma clínica de abortos” só pode ser uma coisa boa”. Em declaração, ela agradeceu a todas as pessoas que “durante 25 anos ofereceram às mulheres outras alternativas além do aborto”. Ela também lamentou o funcionamento de outros centros de aborto, em outras áreas de Londres.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *