ECONOMIA

Rogério Marinho ‘cutuca’ Paulo Guedes e defende que brasileiros possam viver até 120 anos

(Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Após a repercussão negativa de declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a maior expectativa de vida da população e o acesso à educação, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, aproveitou um discurso em evento público para alfinetar o colega, com quem tem uma desavença antiga.

Marinho e Guedes dividiam o mesmo espaço durante cerimônia de leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), na sede da B3, nesta sexta-feira, 30, em São Paulo. Após o discurso do ministro da Economia, Marinho subiu ao palco para falar e, olhando para o lado da plateia onde estava Guedes, disparou.

“Com esse momento, o que o senhor (Claudio Castro, governador do Rio) vai poder atender é a dignidade das pessoas, as pessoas mais pobres. As pessoas mais humildes, as pessoas mais desassistidas, que vão poder ter melhor qualidade de vida, que vão viver mais e melhor. Quem sabe possam viver 100, 110, 120 anos. Tomara que isso aconteça em breve em nosso País. Com qualidade, com vida plena, com acesso à educação, com acesso à saúde, com acesso à cidadania. E este é um processo que todos nós estamos integrados”, disse Marinho, que teve o discurso mais longo da cerimônia, com oito minutos.

Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: www.infomoney.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)