REVIEW | Álbum: American Idiot – Green Day

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

 

Ficha Técnica

Artista: Green Day
Álbum: American Idiot
Faixas: 09
Formação: Billie Joe Armstrong – vocal, guitarra, Mike Dirnt– vocal, backing vocal e baixo, Tré Cool – vocal, bateria e percussão
Gravadora: Reprise Records
Ano: 2004

 

INTRODUÇÃO:

Após uma pequena queda na poupularidade, “American Idiot” marca   a retomada na carreira do Green Day através de um trabalho conceitual, rebelde e atemporal.

SOBRE A BANDA:

Foi através do rádio que tive contato com o trabalho do Green Day pela primeira vez, pela música “Boulevard of Broken Dreams”. Ouvindo as demais canções deles, posso dizer que sinto o Green Day como uma banda de peso, que sabe expressar muito bem os sentimentos do seu público-alvo. O Green Day, junto com outras bandas como Sublime, The Offspring e Rancid, ajudou a produzir o renascimento e a popularização do punk rock dos Estados Unidos, bem como a própria cultura de lá.

SOBRE O ÁLBUM:

Lançado em 2004, “American Idiot” é o sétimo álbum de estúdio do Green Day, que conta com doze faixas ao todo. Entre os principais temas abordados nas músicas do disco estão os acontecimentos políticos nos Estados Unidos que ocorreram ao longo dos anos 2000, como o governo de George W. Bush e a Guerra do Iraque. “American Idiot” expressa a revolta de uma geração que se desenvolveu em meio a conflitos, desigualdade e violência, gerados principalmente por conta de ambições e conspirações políticas. 

Entre as músicas desse disco, posso destacar a excelente faixa-título, juntamente com os singles “Boulevard of Broken Dreams”, “Holiday” e “Wake Me Up When September Ends” como minhas favoritas. “American Idiot” é um álbum extremamente forte e que exala energia, um verdadeiro desabafo do Green Day sobre os eventos que marcaram toda a geração da época em que o disco foi lançado.

CONCLUSÃO:

“American Idiot” é dito como um dos marcos não só da história do Green Day, mas da música punk, do rock mundial. Lembro que na época que “American Idiot” foi lançado, cheguei a ouvir opiniões que diziam que esse foi um disco que “tirou o rock do coma”. Essa afirmação pode ou não ser exagerada, mas é inegável que “American Idiot” é um álbum que se tornou um marco em meio a uma guerra cultural. Um álbum que soube traçar uma conexão casual entre a disfunção social e os eventos políticos americanos. E que conseguiu atingir seu objetivo: se tornar um álbum atemporal!

selo teoria geek verde 9



Post Views:
2

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *