RESENHA | Série: Alice in Borderland – 1ª Temporada

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Ficha Técnica

Título: Alice in Borderland
Ano de Produção: 2020
Dirigido Por: Shinsuke Sato
Estreia: 10 de Dezembro de 2020
Duração: 50 minutos
Classificação: 18 anos
Gênero: Ação, Aventura, Ficção Científica, Suspense
País de Origem: Japão
Sinopse: Alice in Borderland é a adaptação do mangá de Haro Aso em série e conta a história de pessoas que estão em uma Tóquio paralela e precisam participar de jogos e acumular dias de passe para sobreviver.

 

Sobre a série

Alice in Borderland começa sua história com Arisu, um gamer extremamente inteligente, Karube, o integrante mais velho do grupo e atendente de um bar, e Chota o mais jovem e nerd. Os três estão passando uma tarde juntos em Tóquio quando ao entrarem em um banheiro público algo estranho acontece.

Tudo que será citado aqui acontece no primeiro episódio, ok?

Os três foram parar em uma Tóquio que inicialmente parecia vazia. Porém, ao anoitecer eles são encaminhados a participarem de jogos, e descobrem da pior maneira possível que podem morrer a qualquer momento fazendo parte de tudo isso, porém, eles não tem uma escolha. Todas as pessoas que estão nessa outra Tóquio tem uma quantidade de dias de “passe”, e quando esse passe expira elas morrem, a única forma de sempre conseguir mais dias de passe é continuar jogando e colocando suas vidas em risco para sobreviverem nesses jogos mortais.

Diferente de tudo

Alice in Borderland te prende a atenção do inicio ao fim. Pode ser considerada uma revolução de adaptação de mangá em relação a várias adaptações em live action feitas até hoje por sua qualidade de atuação e interpretação. Afinal, os atores e diretores fizeram um ótimo trabalho adaptando a obra, mantendo-a de maneira natural como se os atores realmente estivessem dentro da situação apresentada e não como se estivessem de fato dentro de uma ficção, embora existam algumas ressalvas por parte de alguns personagens interpretados, isso não desmereceu a obra.

Primeira temporada

Alice in Borderland não é para todos os públicos por possuir um conteúdo violento. Muitas mortes, sangue e tudo que um bom amante desse tipo de obra tem direito (me lembrou muito de Gantz, mesmo com a história sendo totalmente diferente, e por Gantz pegar muito mais pesado em alguns aspectos).

A série te surpreende de muitas maneiras porque sai totalmente fora dos padrões esperados, entretanto ao mesmo tempo que ela apresenta um conteúdo brutal consegue transparecer sentimentalismo, como a importância da amizade, das pessoas ao seu redor, e sobre o que realmente importante enquanto estamos vivos.

Contudo essa primeira temporada é composta por 8 episódio, enquanto a história se desenrola você conhece mais personagens, além de jogos muito diferenciados. É possível descobrir alguns segredos dos jogos, mas ainda existe muito a ser explorado.

 

Alice in Borderland tem sua primeira temporada disponível na Netflix e ela está totalmente dublada! Então corre lá e assista, mas só se tiver estômago forte e mente aberta.

selo teoria geek girl verde 9

 



Post Views:
3

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *