Quais são os tipos de investimento?

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Depois de aprender sobre o tripé dos investimentos — rentabilidade, risco e liquidez — e sobre o perfil de investidor, o próximo passo é conhecer os tipos de investimento. Da renda fixa, recomendada para perfis conservadores, à renda variável, mais adequada para perfis arrojados, existem várias opções.

Aprenda quais são os tipos de investimentos e como montar a sua própria carteira. Curso completo e acessível

Investimentos em renda fixa

A renda fixa é uma das principais portas de entrada para o mundo dos investimentos. Seus ativos apresentam como características o baixo risco de perdas e a elevada liquidez na maioria dos casos, como títulos do Tesouro Direto e alguns CDBs. A contrapartida é que o rendimento pode ser limitado, especialmente em momentos de baixas taxas de juros, caso atual da economia brasileira.

Existem diferentes investimentos em renda fixa, que podem ser classificados segundo a rentabilidade (prefixada, pós-fixada e híbrida) ou segundo o emissor (instituição financeira, empresa privada ou governo). Veja abaixo os mais conhecidos:

  • CDB
  • RDB
  • CRA
  • CRI
  • Debêntures
  • Debêntures incentivadas
  • LC (Letra de Crédito)
  • LCA
  • LCI
  • Letra Financeira
  • Letra de Câmbio
  • Títulos do Tesouro Direto

Investimentos em renda variável

Os ativos de renda variável são aqueles cujo retorno não segue uma fórmula pré-determinada nem fica atrelado a um indexador. Por essas razões, quem investe em renda variável não tem a garantia de quanto seu dinheiro vai render ao longo do tempo.

São ativos que oferecem um potencial maior de rentabilidade, mas, por outro lado, envolvem também riscos maiores de perdas. Podem dispor de alta liquidez (ações) ou baixa (fundos de ações).

Abaixo estão os principais investimentos da categoria:

  • Ações
  • Fundos imobiliários 
  • Derivativos 
  • Câmbio e moedas
  • ETFs
  • BDRs
  • Ouro

Fundos de investimento

Essa é uma categoria de investimentos apresentada à parte. Existem fundos de investimento que pertencem à categoria da renda fixa e outros da renda variável. E outros podem incluir, em um mesmo produto, ativos de renda fixa e de renda variável. Isso significa que podem ser indicados tanto para perfis conservadores como arrojados.

Os fundos de investimentos têm como principal característica reunir os recursos de um conjunto de investidores (os cotistas) e aplicar o capital em diversos ativos, conforme a categoria a que pertencem. Esses recursos são administrados por um gestor especializado, e o rendimento é distribuído de maneira proporcional à quantidade de cotas de cada investidor.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *