Programa 'Elas na Direção' da Uber chega em São Paulo

0
11
Programa 'Elas na Direção' da Uber chega em São Paulo

Programa 'Elas na Direção' da Uber chega em São Paulo

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Um programa lançado pela Uber em meados de 2019 – o “Elas Na Direção” – finalmente chega à cidade de São Paulo, a empresa confirmou hoje (5) via comunicado à imprensa. Criado pela empresa junto da Rede Mulher Empreendedora, o “Elas na Direção” tem a premissa de conectar passageiras e motoristas femininas da plataforma de carona privada com maior facilidade, mas traz uma série de outros recursos voltados ao benefício da mulher.”Na Uber, nós acreditamos que cada viagem pode gerar uma oportunidade econômica. Mas, analisando a base de motoristas cadastrados, vimos que ainda existe uma grande diferença entre o número de homens e mulheres que, de fato, aproveitam essa oportunidade”, comenta Claudia Woods, diretora-geral da Uber no Brasil. “No fim de 2019, as mulheres ainda representavam 6% da nossa base de motoristas parceiros no Brasil. E os motivos vão desde a falta de conhecimento sobre o que é preciso para se cadastrar, passando pela falta de visibilidade sobre os ganhos potenciais e até os desafios de segurança que a nossa sociedade impõe”.Segundo a empresa, as mulheres já são maioria populacional apta para trabalhar (52,4%), porém menos da metade responde pelo nível de ocupação do Brasil (44,5%), ao passo que, no universo masculino, esse número sobre para mais de 60%. As informações foram tiradas de um censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).“Ao analisarmos as questões de gênero, verificamos que a mulher tem impactos na sua taxa de sucesso devido, por exemplo, ao tempo disponível para trabalhar e conciliar as funções em casa e com a família, que continuam sendo de sua responsabilidade. Ter uma fonte de renda em que as horas trabalhadas são definidas pela própria mulher, como no caso de ser motorista parceira da Uber, favorece sua independência financeira”, comenta Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora.ReproduçãoImagem: Uber/DivulgaçãoDe mulher para mulherO anúncio detalha também a ferramenta “U-Elas”, parte do programa da Uber, que permite que motoristas mulheres em parceria com a Uber recebam apenas chamadas de clientes femininas, de uma forma similar ao que já se faz com outros apps do gênero, como por exemplo o Lady Driver. No caso da Uber, porém, há um projeto mais expansivo: em parceria com a Localiza Hertz, mulheres que queiram trabalhar como motoristas mas não possuem carro próprio conseguem alugar um veículo com descontos e condições especiais.”A ferramenta U-Elas pode ser ligada a qualquer momento e está disponível exclusivamente para parceiras mulheres e de identidade não-binária. Entendemos que esse é um primeiro passo para que, no futuro, tenhamos um número suficiente de mulheres dirigindo para também oferecer essa opção para usuárias mulheres com a mesma eficiência que é marca registrada da Uber”, explica Woods.Além disso, graças à parceria com a Rede Mulher Empreendedora, mulheres parceiras da Uber têm acesso a uma plataforma educativa com diversos cursos online voltados para empoderamento pessoal e financeiro. A plataforma está disponível por meio da página “Elas na Direção” da Uber.A ferramenta U-Elas estará disponível em São Paulo a partir desta sexta-feira, dia 7 de outubro.Fonte: Uber | Elas na Direção

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários