Pilhas Duracell ganham revestimento amargo para desencorajar seu consumo

0
8
Pilhas Duracell ganham revestimento amargo para desencorajar seu consumo

Pilhas Duracell ganham revestimento amargo para desencorajar seu consumo

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Aparentemente, crianças têm um gosto peculiar por comer pilhas e baterias. A inclinação é tanta que a Duracell, uma das principais empresas do segmento, está tentando tornar suas pilhas tipo moedas menos atraentes ao paladar. Como? Adicionando um novo revestimento amargo às peças.As novas baterias de lítio em formato de moeda com os tamanhos 2016, 2025 e 2032 apresentam um revestimento interior que reage quando em contato com a saliva para liberar um sabor amargo que deve desencorajar crianças que estão prestes a engolir a pilha. É importante ressaltar, como explicou a Duracell, que a ingestão de uma peça de lítio pode causar “reação química prejudicial em apenas duas horas” – daí a preocupação da empresa.ReproduçãoNovas baterias de lítio apresentam um revestimento interior que reage quando em contato com a saliva para liberar um sabor amargo. Imagem: Duracell/Divulgação Ainda segundo a fabricante, o aumento do uso de pilhas tipo moeda está relacionado aos dispositivos eletrônicos, como controles remotos e rastreadores Bluetooth, que estão cada vez menores. Se esse tipo de bateria é um chamariz para crianças, para os adultos não passa de um formato irritante e preocupante, justamente por conta do tamanho reduzido.Cartuchos de jogos amargosA ideia de usar um agente amargo para desencorajar o consumo acidental de gadgets por crianças não é de autoria da Duracell: a Nintendo, por exemplo, já emprega um método semelhante nos cartuchos físicos de jogos para o Switch.Ainda não se sabe se a Duracell está usando o mesmo agente que a Nintendo para fabricar suas pilhas, mas, se for, a empresa está fazendo um bom trabalho, visto que, segundo relatos, os cartuchos para Switch têm um “gosto de inseticida” que é “literalmente a pior coisa”. Os pais agradecem. As crianças, nem tanto.As novas baterias começaram a ser distribuídas ao mercado no início de setembro. Via: The Verge

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários