ECONOMIA

Petrobras nega surto em plataformas e diz estranhar greve na Bacia de Campos

(Shutterstock)

A Petrobras (PETR3; PETR4) recebeu com “estranheza” a convocação da greve dos trabalhadores nas plataformas da Bacia de Campos, na região Norte Fluminense, como afirmou em nota ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Os petroleiros iniciaram o movimento nesta segunda-feira, 3. Em comunicado divulgado na última sexta-feira, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) acusa a empresa de ser negligente com a saúde dos funcionários embarcados e expô-los à disseminação do coronavírus.

A entidade afirma ainda, na nota, que a companhia está desrespeitando o acordo coletivo de trabalho, ao ampliar a estada dos seus empregados nas plataformas de 14 para 21 dias e também por não divulgar o número de acidentes de trabalho, que, segundo o sindicato, deveria incluir os casos de covid-19.

Em resposta, a empresa disse refutar “a acusação de desrespeito às leis ou orientações sanitárias. Todas as ações da companhia têm base em evidências científicas e determinações de autoridades sanitárias”. Segundo a estatal, ao contrário do que acusam os sindicatos de petroleiros, não há surto nas plataformas.

Assista no curso gratuito Dominando a Renda Passiva.



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: www.infomoney.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)