Pazuello volta a Manaus após viagem marcada por pressão por cloroquina

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, volta a Manaus, nesta quinta-feira, 21, dias após uma passagem do ministro pela cidade que ficou marcada pela pressão pelo uso de medicamentos rejeitados por entidades médicas e científicas contra a covid-19 como a cloroquina. O Amazonas está em colapso desde a semana passada e transferiu pacientes de covid-19 a cidades de outros Estados por causa da falta de oxigênio hospitalar.

O ministério ainda não divulgou a agenda de Pazuello na cidade. O general tenta afastar do governo federal qualquer responsabilidade pela crise no Amazonas. “Tudo o que o governador pediu já foi feito”, disse Pazuello nesta quinta-feira, 21, em evento do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Pazuello também disse à imprensa, após o evento, que o ministério “acompanha e apoia” a ajuda ao Estado, mas que as ações estão “a cargo do prefeito e do governador”. “Não estão a cargo do Ministério da Saúde”, afirmou o ministro.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *