Pandemia levou consumidores a buscar preço e estimulou setor, diz CEO do Assaí

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O ano de 2020 foi especial para a rede de atacarejo Assaí, que registrou crescimento e expansão durante a pandemia da covid-19, apesar da crise por que passa a economia brasileira. 

No último trimestre de 2020, o faturamento cresceu 33%. No ano, ele foi 30%, resultando em R$ 39,4 bilhões. O EBITDA ajustado nos últimos três meses foi de R$ 879 milhões e, no ano, foi de R$ 2,7 bilhões, com incremento de R$ 750 milhões, e margem de 7,5%, com avanço de +0,5 p.p. Segundo a empresa, os dados reforçam a melhora operacional progressiva.

Parte do Grupo Pão de Açúcar, o Assaí abriu 19 lojas no passado, apenas duas abaixo do previsto, e está focado em melhorar a experiência de compra do cliente que vai às lojas.

Em entrevista à EXAME, o CEO da empresa afirma que os preços baixos ainda são o principal mote que atrai o cliente à rede de supermercados, mas é necessário investir em atendimento e no ambiente das lojas.

Na visão de Belmiro Gomes, a crise econômica causada pela pandemia e o isolamento social também estimularam a busca por lojas com preços competitivos e pela alimentação em casa.

Nesta segunda-feira, as ações do grupo estreiam na B3 de forma independente do grupo GPA, com o símbolo (ASAI3). Agora, o Pão de Açúcar ficará reconhecido na bolsa por (PCAR3).

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *