Olavetes x Militares: Santos Cruz vira alvo de Bolsonaro



O ministro da Secretaria Geral da Presidência, general Santos Cruz, recebeu uma série de ataques nas redes sociais por parte do escritor Olavo de Carvalho e seus discípulos. Os desentendimentos tiveram início por conta de uma entrevista concedida há um mês à Jovem Pan, na qual o ministro Santos Cruz disse ser a favor do uso “disciplinado” das redes sociais. Pinçada por olavetes, a frase foi replicada nas redes sociais com a tag #ForaSantosCruz.

A declaração do ministro foi alvo do próprio Jair Bolsonaro, que disse em um tweet que quem defendesse o controle das redes devia fazer “um estágio na Coreia do Norte ou Cuba”. Em conversa com Bolsonaro, Santos Cruz assumiu o erro, mas disse ser alvo de um ataque coordenado que incluiu os filhos do presidente e o chefe da Secretaria de Comunicação, Fábio Wajngarten.

De acordo com o jornalista Gilberto Dimenstein, uma das razões da briga interna no Governo é a de que o ministro Santos Cruz não está liberando a verba que eles gostariam para sites alternativos. “São os sites de extrema direita, alinhados com o Bolsonaro e que propagam fake news”. Assista ao vídeo:
Catraca Livre
https://www.youtubepp.com/watch?v=r4_z5AgBZUU

FONTE ORIGINAL DO VÍDEO

28 comentários em “Olavetes x Militares: Santos Cruz vira alvo de Bolsonaro”

  1. Como sempre ingênuas as reportagens. Pois a cúpula era alinhada com o PT, salvo exceções, como o general SC provado pelo seu histórico de ações em combate. Todas as promoções (q são 4 promoções) de coronel à general 4 estrelas sofrem o dedo do presidente. Olavo foi o mago estrategista diante da inépcia institucional dos generais.

    Responder
  2. a quantidade de deslike supera em dobro o like e ainda sobra , para que insistir neste canal? isso é loucura. os outros vídeos devem ir pelo memo caminho

    Responder
  3. Mas o próprio presidente não acabou admitindo, recentemente, a inexperiência do seu governo? Demitir sucessivamente os membros do governo, indicados pelo próprio presidente, mostra, no mínimo, falta de capacidade de avaliação e instabilidade. O tempo dirá que a saída do general Santos Cruz foi uma perda para este governo, que necessita, mais do que nunca, de indivíduos experientes e íntegros.

    Responder
  4. Conheci o general santos cruz em algumas ocasioes! Não sou amigo dele mas conheço a sua "especialidade".
    Quando ele disse que "minha missão no governo Bolsonaro acabou", ele disse tudo que os "mortais" precisam saber!

    Responder

Deixe um comentário

ACHADINHOS BARATOS

Esse post pertence a esse canal

ACABOU DE CHEGAR