O que são os parabenos? Saiba tudo sobre eles aqui!

O que são os parabenos? Saiba tudo sobre eles aqui!

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Os parabenos contribuem diretamente para a qualidade dos produtos, prolongando a sua vida útil. Saiba mais sobre eles.

O que são os parabenos?

Última atualização 24 Dezembro, 2020

Os parabenos são substâncias químicas usadas como conservantes em produtos cosméticos, alimentícios e farmacêuticos. São muito eficazes na prevenção da proliferação de fungos, bactérias e leveduras. Dessa forma, evitam elementos que podem contaminar os produtos.

Portanto, os parabenos contribuem diretamente para a qualidade dos produtos, prolongando a sua vida útil. Mas isso não significa que, sem os parabenos, todas essas bactérias apareceriam. De fato, existem muitas outras alternativas.

Estes conservantes são derivados do ácido para-hidroxibenzóico (PHBA), que são produzidos de maneira natural no organismo através da decomposição de alguns aminoácidos.

Tipos de parabenos

Potes de sabonetes

Existem dois tipos de parabenos:

Orgânicos

Os parabenos orgânicos são derivados do ácido para-hidroxibenzóico (PHBA), que é produzido de forma natural em muitas frutas e vegetais. Os parabenos usados ​​nos cosméticos são idênticos aos encontrados na natureza. Por esse motivo, o corpo os transforma rapidamente em PHBA natural e os elimina.

Sintéticos

São aqueles parabenos que foram fabricados quimicamente. Este grupo é composto por seis conservantes diferentes. Eles aparecem sob nomes que terminam em “paraben” e são compostos por metanol, etano ou propanol.

Os parabenos são aprovados pelas autoridades de saúde. São considerados substâncias de baixa toxicidade e seguros para a saúde. Isso ocorre porque o corpo os absorve e os metaboliza para serem eliminados sem deixar vestígios tóxicos.

Para que são utilizados?

Os parabenos são utilizados como conservantes cosméticos desde 1925, mas seus diferentes tipos também são usados ​​para preservar bolos, alimentos industrializados, refrigerantes, molhos, e até carne fresca.

Também são utilizados na composição de vários produtos farmacêuticos, como xaropes para tosse, antiácidos, fungicidas vaginais e antibióticos, bem como em composições de paracetamol e ibuprofeno.

Têm uma função conservadora e protetora, pois evitam a infecção por micro-organismos como fungos ou bactérias. Podemos identificá-los perfeitamente no rótulo por seus nomes: metilparabeno, propilparabeno, butilparabeno ou benzilparabeno. A concentração usual desses parabenos costuma ser de 0,01% a 0,3%.

Descubra também: Prepare seu próprio desodorante natural com estas fórmulas caseiras

Quais são os efeitos dos parabenos?

Parabenos na maquiagem

Entre 2002 e 2004, surgiu um estudo que explicava que os parabenos podem ser substâncias cancerígenas.

Isso foi descoberto por oncologistas da Universidade de Edimburgo quando realizaram estudos sobre tecidos cancerígenos provenientes de biópsias realizadas em mulheres com câncer de mama. Ao analisar esses tecidos, observaram que havia traços de parabenos, portanto concluíram que eles podem aumentar o risco de desenvolver tumores e câncer de mama.

Esses conservantes também são conhecidos por perturbar o equilíbrio hormonal do organismo. Além disso, aumentaram os casos de reações alérgicas e problemas de pele como vermelhidão, secura, inflamação, coceira e dor.

Por outro lado, vários estudos também concluíram que os parabenos são bem absorvidos pelo trato intestinal e perfeitamente eliminados na urina. No entanto, se forem absorvidos pela pele quando usados ​​topicamente, parece que a sua eliminação não é tão simples e rápida.

Todos esses problemas estão fazendo muitas pessoas optarem por consumir produtos naturais que não contêm parabenos. Isso ocorre nos cosméticos orgânicos, que usam outros tipos de conservantes naturais que não são tóxicos para a saúde.

Os parabenos são seguros?

O FDA, dos Estados Unidos, classificou como GRAS uma série de parabenos utilizados habitualmente. A designação GRAS significa que a substância é reconhecida como segura pelos especialistas, ou seja, como se sua segurança tivesse sido demonstrada nas condições do uso pretendido.

O FDA também participa da Revisão de Ingredientes Cosméticos (Cosmetic Ingredient Review, ou CIR), um grupo independente de especialistas médicos e científicos que se reúnem trimestralmente para avaliar a segurança dos ingredientes cosméticos. A avaliação é feita com base nos dados publicados na literatura científica e nos dados fornecidos pela indústria cosmética.

Você também pode se interessar: 6 maneiras de eliminar as manchas de desodorante da roupa

Conclusão

Para as autoridades de saúde, os parabenos permanecem sendo um produto “não tóxico” e continuam a ser usados. No entanto, apesar disso, estudos estão em andamento em todo o mundo sobre seus efeitos a longo prazo. Em particular, sobre sua aplicação em cosméticos infantis, desodorantes e esmaltes.



  • Díaz Ley, B., Heras Mendaza, F., & Conde-Salazar Gómez, L. (2006). Parabenos: ¿Mito o realidad? Piel. https://doi.org/10.1016/S0213-9251(06)72476-5
  • Hechavarría, E. B., Estrada, C. L., Martínez, E. M., Fuentes, O. T., & Pérez, E. D. (2006). Validación de un método analítico para la determinación cuantitativa de parabenos en el gel de hidróxido de aluminio. Revista Cubana de Farmacia.
  • Serguei, patricia. SalcedoGuadarrama, Patricia. Fomine, Serguei. Salcedo, Roberto. martínez, A. (2007). Cosméticos en la mira: los parabenos y el cáncer. Materiales Avanzados.

FONTE ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *