Início BOA VIAGEM O que fazer no Parque Nacional São Joaquim, em Santa Catarina –

O que fazer no Parque Nacional São Joaquim, em Santa Catarina –

por Viagem em Pauta
0 Já viram


Vales profundos, montanhas recortadas por estradas estreitas e um dos climas mais frios do Brasil são alguns dos cenários do Parque Nacional São Joaquim, na região serrana de Santa Catarina, a 165 km de Florianópolis.

Foi ali que o Brasil registrou, em 1996, uma das temperaturas mais baixas do Brasil: -17,8 °C, no Morro da Igreja, onde fica a Pedra Furada, uma rocha com uma fenda central de 30 metros de diâmetro.

Estes são alguns dos atrativos do Parque Nacional São Joaquim que, em 6 de julho, completa 60 anos desde que foi criado com o objetivo de proteger remanescentes de Matas de Araucárias, nas regiões serrana do sul do estado.

Morro da Igreja e Pedra Furada, na Serra Catarinense (foto: Otávio Nogueira/Flickr-Creative Commons)

VEJA TAMBÉM: “Balão nos cânions do Sul do Brasil”

Sob sua proteção está parte dos Aparados da Serra, como são chamadas as escarpas da Serra Geral que formam o mais extenso conjunto de cânions da América do Sul com cerca de 200 km de extensão.

Uma das características do parque é a sua formação geológica de cerca de 133 milhões de anos, composta por rochas vulcânicas (basalto) que dão origem a um local ideal para a recarga e descarga do Aquífero Guarani.

E para celebrar as seis décadas dessa Unidade de Conservação, a Rede de Amigas e Amigos do Parque São Joaquim programou eventos online com visitantes, pesquisadores, especialistas, ambientalistas e gestores do parque, entre 5 e 9 de julho.

Onde fica
Essa Unidade de Conservação fica em cidades como Orleans, Grão Pará e Lauro Müller, porém o parque tem acesso por Urubici e Bom Jardim da Serra, principais destinos da região.

Para chegar em Urubici, a partir de Florianópolis, o caminho mais curto é pela rodovia BR-282, sentido Lages, até o km 146, na localidade de Santa Clara, município de Bom Retiro. A partir dali, toma-se a rodovia SC-430, seguindo por 24 km até a área urbana do município de Urubici.

Serra do Rio do Rastro (foto: Rosanetur/Flickr)

Outra opção é a BR-101, sentido Tubarão/SC, e logo até Orleans, seguindo pela SC-438, conhecida como Estrada da Serra do Rio do Rastro, no município de Lauro Muller. Essa é considerada uma das estradas mais cenográficas do Brasil.

Após a subida da serra, chega-se à cidade de Bom Jardim da Serra, de onde a viagem continua po mais 28 km na mesma via até o entroncamento com a SC-110, e por esta ao longo de mais 45 km até a chegada em Urubici.

*fonte: ICMBio

CONFIRA WEB STORIES NESTE LINK

LEIA TAMBÉM: “Dicas em Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul”

O que fazer no Parque Nacional São Joaquim

Morro da Igreja e Pedra Furada
São os dois atrativos naturais mais famosos do parque e ficam no limite dos municípios catarinenses de Bom Jardim da Serra, Orleans e Urubici.

O mirante do Morro da Igreja, a 1.822 metros de altitude, é um dos mais alto do sul do Brasil, e tem vista do momento natural Pedra Furada, um portal natural de cerca de 30 metros de diâmetro.

Trilha da Pedra Furada
Com declive acentuado e terreno irregular, essa trilha de 6,2 km (ida e volta) dá acesso à Pedra Furada e oferece vista para os paredões da Serra Geral. Por estar em área da Aeronáutica, é necessária a contratação de um condutor cadastrado.

foto: Wikimedia Commons

Trilhas do Recanto Santa Bárbara
Conhecida como “Campos de Santa Barbara”, no setor central do Parque Nacional São Joaquim, a região é marcada por campos de altitude e cachoeiras, com pontos acima de 1.650 metros, e abriga trilhas que vão de 1 a 8 km de extensão.

Um dos destaques é a trilha do Cemitério Histórico, construção centenária da época dos tropeiros que ainda guarda muros de taipas.

Trilha do Morro Comprido
Essa caminhada contemplativa tem 7,3 km de extensão (ida e volta) e começa na propriedade Terras do Sul, seguindo até o cume do Morro Comprido, de onde se tem vista da Serra Geral.

Trilha do Rio do Bispo
São 7 km (ida e volta) passando por áreas abertas de campo e matas de araucária. A caminhada até a cachoeira Arroio Boca da Serra é em terreno plano e inclui diversos cruzamentos do Rio do Bispo, com fundo irregular de pedras escorregadias.

Trilha Nascentes do Rio Pelotas
Com visitas únicas da Pedra Furada e do paredão que dá o nome do Morro da Igreja, essa caminhada tem 8,8 km de extensão e grau de dificuldade moderado.

Além do parque

A 27 km de Urubici fica a Serra do Corvo Branco, montanhas na divisa com o município de Grão-Pará que abriga a maior fenda em uma rocha arenítica do Brasil, um corte de 90 metros de altura.

Apenas motoristas experientes devem encarar suas vertiginosas curvas, por isso deixe o carro na entrada da atração e vá a pé em direção ao ziguezague de curvas da estrada.

Serra do Corvo Branco (Prefeitura Municipal de Urubici/Reprodução)

Para quem segue em direção ao litoral, a estrada é protagonista.

Comece a impressionante descida de 73 km a partir de Urubici pelas SC-430 e SC-438. Antes de se lançar nas curvas da SC-438, faça uma parada no Mirante da Serra para observar do alto a estrada que risca aquelas montanhas em direção ao nível do mar.

Vista da Serra do Rio do Rastro (foto: Otávio Nogueira/Flickr-Creative Commons)

A partir de Urubici, o destaque é a descida vertiginosa dos 73 km da Serra do Rio do Rastro, que pode ser vista no Mirante da Serra, no início da estrada, na cidade de Lauro Müller.

A parada final desse dia é em Torres, no extremo norte do litoral do Rio Grande do Sul e a 170 km de distância.

VEJA FOTOS

LEIA TAMBÉM: “Dicas e roteiros para ir de carro até Buenos Aires, na Argentina”

* com informações do ICMBio e da Rede de Amigas e Amigos do Parque São Joaquim




Esse conteúdo pertence ao site:

Site: https://viagemempauta.com.br/

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Olha essas aqui:

Deixe um Comentário

O Site iMove Web é um AGREGADOR DE CONTEÚDOS, onde buscamos por fontes seguras que permite em seus sites, o formato: RSS/FEED, como se trata de conteúdo de terceiros, prezamos por isso, e informamos no final de cada post a REAL FONTE do post, e ainda todos os posts aqui publicados, são mantidos na integra de cada autor, sem alterar um paragrafo ou link inserido na postagem, todos direitos de imagem, textos e vídeos são atribuídos ao autor original. Somos contra FAKE NEWS, caso você leitor, se depare aqui com alguma notícia FALSA ou ENGANOSA, por favor nos envie um e-mail denunciando esse post. E-mail: contato@imoveweb.com.br FECHAR

SOBRE NÓS