O papel do estado



Palestra no IV Forum Liberdade e Democracia, organizado pelo IFL em BH.
Rodrigo Constantino
https://www.youtubepp.com/watch?v=LtAXhZvDdA4

FONTE ORIGINAL DO VÍDEO

O que você achou desse post?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

25 comentários em “O papel do estado”

  1. O que mais me deixou feliz nesse evento foi ver o Constantino e o Lobão sendo aplaudidos ao falarem verdades que normalmente não são bem aceitas no Brasil. Parabéns pela palestra, Rodrigo. BH agradece!

    Responder
  2. Rodrigo, ao invés de bostejar sobre o anarco-capitalismo, deveria com toda humildade dizer que apesar de não conhecer muito seus ideais e seus autores, não concorda com a ideia de abolir o estado e deixar o mercado fornecer os bens e serviços tão necessários a sociedade, inclusive a justiça e a segurança q na sua opinião deve permanecer nas mãos dos mesmos seres infalíveis e abnegados que vossa senhoria tanto critica, então vamos conhecer antes aquilo q se pretende contestar como vc fez no final

    Responder
  3. sera que nao conhece mesmo? como se faz para funcionar tao bem no canada e nos EUA ? Nao sei se seria possivel o anarcocapitalismo, eu ainda nao li esses livros

    Responder
  4. Não, não conhece. EUA e Canada são social-democracias e por isso possuem estados intervencionistas, se funcionam bem é pela liberdade econômica e civil e a força e imperio das leis. Recomendo que comece por A Natureza do Estado de Murray Rothbard e depois Engrenagens da Liberdade de David Friedman, este ultimo propoe como funcionaria uma sociedade de leis e tribunais privados

    Responder
  5. Sou estudante e não sou puxa-saco gratuito, só fiquei incomodado com você reclamando com ele mas tudo bem.Não, não sou retardado.Acho que já está na hora de pararmos com essa discussão boba sobre uma câmera. Você acha que ele deve comprar? Ok, tudo bem!

    Responder
  6. Falou muita bobagem! Neoliberal, acreditando na autorregulação do mercado. Eu não dou conta de assistir a uma palestra dessa além da introdução. Anacrônico, à luz do estágio de crise pelo qual passa o tal mercado livre; basta ver EUA e União Europeia.

    Responder

Deixe um comentário

ACHADINHOS BARATOS

Esse post pertence a esse canal