Na Índia, EUA e França população confia mais nos militares que nos cientistas, aponta pesquisa – 29/09/2020

0
9

Na Índia, EUA e França população confia mais nos militares que nos cientistas, aponta pesquisa – 29/09/2020

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Washington, 29 Set 2020 (AFP) – Em vários países do mundo, seus habitantes têm uma visão bastante positiva dos cientistas e militares, mas em oito, incluindo Estados Unidos, França e Índia, as Forças Armadas são vistas como mais confiáveis do que os pesquisadores, de acordo com uma pesquisa do Pew Research Center publicada nesta terça-feira (29).

Pew entrevistou 32.000 pessoas em todo o mundo sobre seu apreço pelos militares e cientistas, bem como pela imprensa, governos e questões como vacinas e pesticidas.

A pesquisa mostrou que os militares e a ciência são muito mais valorizados do que as outras instituições.

A Índia acabou sendo um caso à parte, já que 80% dos entrevistados disseram estar “muito” confiantes de que seu exército fará “a coisa certa”. Mas nos cientistas, essa apreciação atingiu apenas 59%.

Nos Estados Unidos, 56% têm grande confiança nas Forças Armadas e 38% nos cientistas.

Na França, 38% disseram confiar muito nos militares e 31% nos cientistas.

Por outro lado, em seis outros países europeus, liderados pela Espanha, os cientistas receberam mais confiança do que os soldados.

Em relação à mídia, o maior descrédito se registra na França, onde apenas 5% dos entrevistados disseram ter confiança; uma porcentagem pior que a dos Estados Unidos.

A pesquisa global da Pew parou no início de março, quando a covid-19 começou a se espalhar pelo mundo.

Ainda assim, confirma que a politização da ciência observada durante a crise da saúde tem raízes mais profundas.

Em geral, os eleitores da direita confiam menos nos cientistas do que os da esquerda.

A lacuna mais importante está presente nos Estados Unidos, onde o presidente Donald Trump questiona as mudanças climáticas e gera a rejeição dos cientistas por suas afirmações sobre o coronavírus.

Um total de 20% dos americanos de direita têm grande confiança nos cientistas contra 62% dos que se declaram de esquerda.

Nas Forças Armadas, o dado é inverso: 75% dos direitistas confiam nos militares contra 35% dos esquerdistas.

Essas lacunas são igualmente importantes em três outros países de língua inglesa (Canadá, Austrália e Reino Unido).

Esta é a primeira pesquisa global da Pew sobre ciência e, portanto, o instituto não pode confirmar se a tendência de politização aumentou; Exceto nos Estados Unidos, onde a Pew fez perguntas semelhantes nos últimos anos.

“Sabemos que os americanos são uma exceção”, disse Cary Funk, diretor de pesquisa sobre ciência e sociedade da Pew.

Desde a pandemia, as pesquisas mostraram “um aumento na confiança dos democratas nos cientistas e uma estagnação entre os republicanos”, apontou.

ico/leo/gm/mps/mr/cc

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários