ECONOMIA

Mundo deverá sofrer efeitos da crise até 2023, diz presidente do BID

(Unsplash)

O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Maurício Claver-Carone, projetou nesta segunda-feira, 31, que até pelo menos 2023 o mundo sentirá os impactos econômicos trazidos pela pandemia de coronavírus.

Ele fez a afirmação durante a abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF), um evento internacional sobre atração de investimentos estrangeiros para o Brasil, organizado pela Apex-Brasil, o BID e governo federal.

Para o chefe do banco multilateral, este é um dos momentos mais horríveis da história do globo, mas o BID tem procurado ser um organismo sido globalizado e tem destinado US$ 1 bilhão para recuperação da economia brasileira.

Para ele, o Brasil é um dos países mais promissores da economia global e, certamente, o mais da América Latina. “Temos que identificar os problemas que o Brasil enfrenta no momento e, com isso, identificamos também as oportunidades”, disse, anunciando que criará uma linha de crédito disponível de US$ 1 bilhão para fomentar a transformação digital de negócios de pequeno e médio portes no País.

Essa, segundo ele, é uma maneira de diminuir a distorção econômica e vista como algo crucial para o desenvolvimento econômico do País.

Em curso gratuito de Opções, professor Su Chong Wei ensina método para ter ganhos recorrentes na bolsa. Inscreva-se já.



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: www.infomoney.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)