Motorola testa celular high-end com taxa incomum de 105 Hz na tela | Celular

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

As fabricantes geralmente lançam celulares com taxa de atualização de 60 Hz, 90 Hz, 120 Hz ou 144 Hz. A Motorola, no entanto, pode fugir um pouco desse padrão: a marca norte-americana está trabalhando em smartphone com tela de 105 Hz e ficha técnica avançada, com bateria de 5.000 mAh e câmera tripla de 64 megapixels.

Motorola Edge+ (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Motorola pode lançar celular com tela de 105 Hz

Os rumores referem-se ao suposto celular reconhecido pelo modelo XT2125 e codinome “Nio”. Segundo o XDA-Developers nesta terça-feira (24), a Motorola está desenvolvendo um smartphone com tela de 105 Hz. Ainda não está claro, porém, como esta frequência incomum será utilizada no lançamento.

As apostas giram em torno de duas possibilidades. Uma delas é a ausência da opção, limitando os ajustes em 90 Hz, ainda que a tela ofereça o suporte, como é o caso do Asus ROG Phone 3, cujo display vai até 160 Hz. A Motorola também pode disponibilizar os 105 Hz somente nas animações de sistema durante a rolagem aplicativos e afins.

A expectativa é que o display tenha 6,7 polegadas e resolução de 2520 x 1080 pixels. A câmera tripla é outra característica aguardada, com os sensores OmniVision OV64B (64 MP), OmniVision OV16A10 (16 MP) e OminiVision OV02B1B (2 MP). Na frente, o conjunto fotográfico duplo tende a ser formado pelas câmeras OmniVision OV16A1Q (16 MP) e Samsung S5K4H7 (8 MP).

Espera-se, também, especificações avançadas no possível celular Motorola. A ficha técnica tende a ser formada pelo processador Qualcomm Snapdragon 865, memória RAM de 8 GB, armazenamento de 128 GB e bateria de 5.000 mAh. O telefone deve sair da caixa com Android 11 de fábrica.

A data e o preço de lançamento do smartphone ainda são um mistério.

Com informações: XDA-Developers

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *