Ministério Público pede que investigações contra padre sejam retomadas

0
15

Ministério Público pede que investigações contra padre sejam retomadas

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Padre Robson de Oliveira Pereira Foto: Reprodução

Na quarta-feira (14), o Ministério Público de Goiás (MP-GO) protocolou um recurso contra a decisão que arquivou as investigações contra o padre Robson e a Associação Filhos do Divino Pai Eterno (Afipe) por supostos desvios de doações de fiéis.

Os supostos crimes eram investigados na Operação Vendilhões, deflagrada em agosto. Porém, o desembargador Nicomedes Borges, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), considerou que a Afipe é uma entidade privada e que não existem provas suficientes de que o dinheiro tinha desvio de finalidade.

No recurso, o MP alega que o órgão não foi ouvido e que provas produzidas pela investigação foram desconsideradas pela Justiça.

Ainda segundo os promotores, a decisão do TJGO trancou outra investigação sobre uma suspeita de conduta criminosa por parte de integrantes da Polícia Civil em uma extorsão contra o padre Robson em 2017.

O Ministério Público de Goiás abriu investigação contra o padre Robson de Oliveira Pereira. Ele é suspeito de ter desviado R$ 120 milhões de doações de fiéis em Trindade, na Região Metropolitana de Goiás.

Aos 46 anos, Robson é fundador da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) e era reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. Com um programa de TV, ele era uma figura bastante presente na cena católica.

Fonte: Pleno News


FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários