ECONOMIA

Itaú aumenta projeção para o crescimento do PIB de 2021

O Itaú Unibanco aumentou de 4% para 5% a projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil em 2021, apostando no avanço da vacinação e o retorna à normalidade da economia no 4º trimestre. O anúncio foi feito nesta 5ª feira (27.mai.2021). Eis a íntegra (208 KB).

Esperamos que toda a população acima de 18 anos esteja com a 1º dose aplicada em novembro. Apesar da dependência da chegada de insumos e imunizantes prontos do exterior, que geram gargalos de curto prazo, há cerca de 600 milhões de vacinas compradas com previsão de entrega até o fim do ano, frente a uma população acima de 18 anos de 158 milhões de pessoas”, afirmou.

De acordo com o relatório, o PIB do 1º trimestre de 2021 –que será divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na próxima 3ª feira (1º.jun.2021)– deve subir 0,6% em comparação com o 4º trimestre de 2020.  Já em relação, ao período de janeiro a março do ano passado haverá estabilidade.

O Itaú disse que a atividade econômica não sofreu de forma relevante com a redução dos auxílios emergenciais e citou os seguintes fatores que sustentam o PIB:

  • queda na taxa de poupança das famílias (a partir de níveis significativamente elevados);
  • crescimento expressivo da economia global com alta de preços de commodities;
  • ciclo de estoques no setor industrial;

A normalização da taxa de poupança beneficia o consumo, enquanto a alta de commodities tem efeito positivo no investimento. Adicionalmente, o nível baixo de estoques no setor industrial ao final do ano passado contribuiu para manter a produção em níveis bem sustentados, apesar da desaceleração na demanda –a propósito, a recuperação de alguns setores industriais poderia ter sido ainda mais forte, se não fosse pela escassez global de certos insumos“, disse

Para o 2ª trimestre do ano, o Itaú estima alta de 0,6% em comparação com os 3 meses anteriores. Antes, projetava queda de 0,1% no PIB no período de comparação. O banco disse que há uma recuperação rápida da mobilidade e do consumo de serviços, como bares, restaurantes, hotéis e salões de beleza.

DESEMPREGO

O Itaú diminuiu de 12,7% para 12,3% a projeção da taxa de desocupação. Segundo o IBGE, o percentual chegou a 14,7% no 1º trimestre do ano –o maior percentual da série histórica, iniciada em 2012.

O principal risco à frente é o surgimento de variantes do vírus que afetem a eficácia das vacinas aqui aplicadas. Entretanto, a disponibilidade de vacinas no segundo semestre será mais diversificada, com tecnologias diversas e com indicações iniciais de que podem se adaptar a novas variantes“, afirmou o relatório.

Continuar lendo



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: /www.poder360.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)