Getninjas e Pif Paf engrossam a fila de futuros IPOs | Invest

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O GetNinjas, app em que é possível encontrar “profissionais que fazem de tudo”, e a empresa alimentícia PifPaf pediram à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a autorização para operação no mercado de ações brasileiro nesta sexta-feira.

Conhecido como IPO (Initial public offering, em inglês), o processo de abertura de capital depende da aprovação da autarquia do Ministério da Economia, que também recebeu ontem o pedido das empresas Tegra Incorporadora e PetroRecôncavo.

A PifPaf produz principalmente alimentos processados de carne suína e de aves e foi fundada em 1968 no Rio de Janeiro. As operações da Companhia em outros países vêm ganhando representatividade ao longo dos últimos anos, correspondendo a 6,3% da receita bruta em 2018, 6,7% em 2019 e atingindo 12,0% em 2020.

No ano passado, ela teve receita líquida de 2,6 bilhões de reais, enquanto em 2019 o valor havia sido de 2,1 bi. O EBITDA, porém, caiu de 265 milhões em 2019 para 198 milhões em 2020, e o lucro caiu de 317 milhões para 215 milhões.

Hoje, os principais pontos de venda da companhia são no sudeste, sul, Bahia e Goiás.

Já a GetNinjas foi fundada em 2011 por Eduardo Orlando L’Hotellier, até hoje presidente da companhia. Segundo o prospecto, o serviço estava presente em mais de 3.800 cidades brasileiras até dezembro de 2020 (a maioria nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste). No ano passado, foram 4 milhões de solicitações de serviços — uma solicitação a cada nove segundos. A alta nos pedidos ante 2019 foi de 43%.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *