Game Boy: periférico nunca lançado é descoberto após 28 anos

Game Boy: periférico nunca lançado é descoberto após 28 anos

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O Game Boy teve diversos periféricos em seu ciclo de vida, incluindo uma câmera e uma mini impressora que se acoplavam na parte superior do portátil. Com tantos equipamentos estranhos lançados, até que é de se imaginar se houve projetos ainda mais bizarros que nunca viram a luz do dia.

O WorkBoy parece ser exatamente a prova disso, já que se trata de um periférico nunca lançado, mas que teve seu protótipo criado há quase três décadas. Ele foi relembrado recentemente pelo historiador de videogames conhecido como Liam Robertson.

O tal acessório parece bastante com um pequeno teclado, sendo que ele segue o mesmo padrão visual do Game Boy e seus outros periféricos. Assim como tantos outros, ele se conecta ao console através do famoso cabo Link. Exatamente aquele nos permitia trocar Pokémon com nossos amigos.

De acordo com Robertson, o acessório foi criado pela Source Research and Development e produzido pela Fabtek Inc. em colaboração com a Nintendo e até chegou a ser exibido brevemente durante o evento Consumer Eletronic Show em 1992. Só que por algum motivo, o tecladinho simplesmente sumiu e foi esquecido logo depois.

Até havia planos para um lançamento no final de 1992 ou início de 1993 por US$ 89, mas isso nunca se concluiu devido ao custo alto de produção e um preço base que a Nintendo achou muito caro para consumidores. Só que Robertson conseguiu entrar em contado com Eddie Gill, o homem que trabalhou diretamente na criação do WorkBoy.

Segundo Gill, só restam dois modelos do acessório no mundo, sendo que um devia estar em posse da Nintendo e o outro com Frank Ballouz, o fundador da Fabtek. Como é óbvio que Nintendo nunca cederia o protótipo que possui, Robertson entrou em contato com Ballouz e o convenceu a emprestar o periférico para um teste.

Quando conectou o teclado ao Game Boy, Robertson percebeu que ele não mostraria toda a sua capacidade sem um cartucho específico. Infelizmente, o tal cartucho não foi encontrado, mas uma ROM de seu conteúdo tinha vazado exatamente no início de 2020. Com isso, ele conseguiu fazer o WorkBoy funcionar perfeitamente.

A jornada toda pode ser conferida no vídeo acima com o próprio Liam narrando os acontecimentos com mais detalhes. Também é sua chance de ver o periférico funcionando e ter uma noção do que ele poderia ter sido se tivesse chego às lojas.

FONTE ORIGINAL

Compartilhe esse post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *