filha relembra luta do pai nos bastidores de ‘Operação Dragão’

0
10

filha relembra luta do pai nos bastidores de ‘Operação Dragão’

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Bruce Lee em cena “Operação Dragão” (1973)

Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/10/2020 17h36

Bruce Lee se tornou um ícone de Hollywood por seus filmes de ação e artes marciais. Mas o que pouca gente talvez saiba é que, nos bastidores, o ator travou grandes batalhas dentro da indústria cinematográfica.

Continua depois da publicidade

Alguns destes episódios estão no livro de sua filha Shannon Lee, “Be Water, My Friend“, que deve ser lançado nos Estados Unidos nesta semana. Em trecho publicado pela Variety, Shannon recorda o último filme gravado pelo pai, “Operação Dragão” e os desafios que ele enfrentou em Hollywood.

De acordo com ela, o ator chegou a escrever uma carta a Ted Ashley, então presidente da Warner Bros., pedindo algumas mudanças.

“Tenho certeza que você concorda comigo que qualidade, trabalho duro e profissionalismo é sobre o que é o cinema. Os meus 20 anos de experiência, tanto em artes marciais como atuação, me levaram à harmonia bem-sucedida de exibicionismo e expressão genuína”, diz a carta

No documento, Bruce Lee ainda afirma que sua obsessão é fazer “o filme de ação mais incrível que já foi feito”.

Continua depois da publicidade

“Para fechar, eu vou dar para vocês o meu coração, mas por favor, não entregue apenas sua mente. Em troca, eu, Bruce Lee, sempre sentirei o mais profundo agradecimento pela intensidade de seu envolvimento.”

Segundo Shannon Lee, o roteiro do filme estava tão ruim que o seu pai insistiu em que o escritor fosse demitido e “mandado de volta para a Califórnia enquanto ele mesmo reescrevia febrilmente a maior parte do roteiro”. O estúdio não dispensou o roteirista, mas Bruce Lee manteve seu trabalho.

Shannon ainda afirmou que o roteiro original não tinha nenhuma das cenas icônicas que existem hoje. “Nenhuma cena filosófica com o monge discutindo a verdadeira natureza da maestria”, comenta. Até o título do longa foi rediscutido devido à pressão de Bruce Lee nos bastidores.

A filha do astro ainda afirmou que, na época, existia uma preocupação em torno da xenofobia do público, mas que seu pai “não se preocupava com isso”.

Continua depois da publicidade

“Ele estava pronto para aproveitar ao máximo esta oportunidade de cumprir seu objetivo de mostrar ao mundo ocidental a glória do kung fu chinês e de se expressar plenamente em uma representação real de um homem chinês.”

Para ela, recuperar estes escritos traz esperança. “Suas palavras são atemporais, realmente, e eu sinto que quando leio suas palavras, me sinto acalmado. Estou esperançosa. Todas essas são coisas de que sempre precisaremos e, de certa forma, agora mais do que nunca.”

O filme, um grande sucesso que arrecadou mais de US$ 350 milhões em todo o mundo, transformou Bruce Lee em um grande astro das artes maciais. Entretanto, o ator não chegou a viver para ver o acontecimento, já que morreu um mês antes do lançamento.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários