Falha no Excel faz Reino Unido deixar de computar 16 mil casos de Covid-19

0
6
Falha no Excel faz Reino Unido deixar de computar 16 mil casos de Covid-19

Falha no Excel faz Reino Unido deixar de computar 16 mil casos de Covid-19

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O Reino Unido anunciou no domingo (4) que deixou de registrar 15.841 novos casos de Covid-19 por conta de uma falha no documento do Excel que faz o controle das notificações. O erro ocorreu entre os dias 25 de setembro e 2 de outubro, o que impediu que o sistema avisasse milhões de pessoas para que fizessem quarentena e se isolassem por causa da doença. A Public Health England (PHE), que registra todos os dias as novas infecções pelo coronavírus, disse que o sistema já retornou a normalidade.De acordo com comunicado expedido pelas autoridades do país, toda a confusão foi causada por uma falha na planilha que compila datas das notificações. No período descrito, o sistema teria deixado de computar os quase 16 mil casos e não inserido as novas infecções na lista de acometidos pela doença. Isso significa que todos os novos casos confirmados não foram orientados a se isolar após entrarem em contato com indivíduos infectados.ReproduçãoNão notificação dos casos pode ter resultado em milhões de pessoas do Reino Unido transmitindo o vírus sem sequer saber. Créditos: Heardinlondon/ShutterstockNúmerosCom a revelação, o quadro epidemiológico do Reino Unido também muda: em 30 de setembro, o número divulgado pelo governo britânico era de 7.108 novos casos diários, sendo que a quantidade revisada aponta 10.157 novas infecções por dia. No dia seguinte, o número era de 6.914, quando na realidade tratavam-se de 11.057 novos casos. A discrepância também pode ser observada nos dados do dia 2 de outubro, quando foram divulgados 6.968 novos casos e o número correto seria de 11.754.Na tentativa de justificar a falha, Michael Brodie, presidente-executivo interino da PHE, afirmou problemas no “carregamento de dados” do sistema, o que significa que os resultados dos exames não foram repassados ao banco de dados nacional. Brodie ainda explicou que alguns dos arquivos digitais contendo resultado de testes positivos ultrapassaram o tamanho máximo de arquivos que poderiam ser carregados na central de registros e por isso também teriam sido perdidos.Sobre a retomada completa do serviço, um funcionário do PHE disse que os casos que ficaram pendentes foram transferidos para o sistema de rastreamento de contatos no último sábado e que estas pessoas serão priorizadas para um rastreamento imediato.ReproduçãoReino Unido afirmou que a falha ocorreu em um processo do Excel, onde são computadas as datas das notificações. Créditos: PixieMe/Shutterstock“Isso foi resolvido rapidamente e todos os casos pendentes foram transferidos para o sistema de rastreamento de contatos. Todos os casos receberam o resultado normal e todos os que tiveram resultado positivo foram aconselhados a se isolar. Em termos de contatos, NHS test & trace e PHE estão entrando em contato com todos os casos com urgência. Rastreadores de contato adicionais estão sendo usados para responder a esses casos e o número de tentativas de ligação também está sendo aumentado para garantir que os contatos sejam rastreados de forma eficaz”, afirmou um porta-voz de Downing Street ao detalhar sobre a recuperação do serviço e o que está sendo feito para compensar o tempo perdido.”Uma investigação está em andamento para identificar porque o problema não foi abordado antes”, acrescentou.Já a secretária do Trabalho e Pensões, Therese Coffey, destacou o bom funcionamento do programa nesta segunda-feira e que “estou ciente que algo deu errado – não podemos mudar a história, só podemos mudar o futuro”, ressaltou. Therese ainda disse que o importante é que todos os casos identificados como positivos já foram notificados e instruídos.O porta-voz da Saúde do Partido Trabalhista, Jonathan Ashworth, considerou o incidente “caótico e as pessoas em todo o país ficarão compreensivelmente alarmadas”.Via: Business Insider

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários