Extinção de fábrica de chips do governo deve gerar economia de R$ 70 mi

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Criada em 2008 durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), estatal fabricante de chips, deve ser fechada até o fim deste ano. Desde sua fundação, a empresa recebe recursos públicos para bancar suas despesas. “O fechamento da estatal deverá representar uma economia de 70 milhões de reais por ano aos cofres públicos”, diz Diogo Mac Cord, secretário especial de desestatização do Ministério da Economia.

O processo de encerramento das atividades da empresa teve início na semana passada, após a realização da assembleia que definiu o liquidante da Ceitec. A tarefa caberá a Abílio Eustáquio de Andrade Neto, oficial da Marinha que também foi o liquidante da Casemg, fechada no final do ano passado. “Andrade Neto já se mudou para Porto Alegre, onde fica a sede da Ceitec, para levar adiante, de forma célere, o processo de extinção da estatal”, diz Mac Cord.

Com uma receita de 9 milhões de reais em 2019, a Ceitec produz semicondutores, concorrendo em um segmento dominado por grandes empresas, como a Samsung e Intel. Segundo o Ministério da Economia, não foi identificado um interesse no mercado pela compra da Ceitec. Por isso, optou-se pela liquidação da empresa.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *