DICAS DE MULHER

entenda o que é e quais são seus sintomas

iStock

Para algumas pessoas, perder peso parece um grande desafio. Não importa o quanto mudem sua dieta ou se exercitem. Seria esse um dos sinais do metabolismo lento? Para esclarecer todas as dúvidas, conversamos com a nutricionista Adriana Stravo (CRN- 43576). Confira tudo o que ela explicou:

Continua após o anúncio

O que é metabolismo lento

O metabolismo lento é real e acontece quando o organismo leva mais tempo para fazer a queima de calorias, seja em repouso ou durante uma atividade física. Segundo a nutricionista, “o metabolismo é parcialmente genético. Algumas pessoas herdaram genes que promovem um metabolismo mais rápido. Outros herdaram genes que promovem um metabolismo mais lento, portanto, esses indivíduos têm que comer menos para evitar o excesso de peso”.

Sintomas do metabolismo lento

Conversamos com a doutora Adriana para entender quais são os principais sintomas de um metabolismo mais lento. Acompanhe:

  • Problemas de tireoide: a nutricionista explicou que “a glândula tireoide, localizada na base do pescoço, ajuda a regular os hormônios tireoidianos, que afetam muito o metabolismo do corpo. Portanto, se você não produzir o hormônio em quantidade suficiente (uma condição conhecida como hipotireoidismo), seu metabolismo ficará mais lento”.
  • Alterações nos níveis de estrogênio: “baixo nível de estrogênio é uma das manifestações da menopausa. A falta deste hormônio normalmente aumenta a massa gorda e diminui a massa magra”.
  • Ganho de peso mesmo com dieta restritiva: segundo Adriana, “quando comemos continuamente abaixo de nossa taxa metabólica basal (TMB), nosso corpo pode se adaptar ajustando a quantidade de calorias de que precisamos para funcionar”. Ou seja, o metabolismo desacelera para conservar a energia.
  • Desânimo: “se você estiver cansado, terá menos energia para se exercitar e sua falta de disposição pode fazer com que você deseje alimentos mais calóricos, provavelmente porque o corpo está em busca de combustível”. A nutri explicou que acaba se tornando um ciclo em que você está desanimada e, ao mesmo tempo, passa a comer mais, o que resulta no ganho de peso.
  • Aumento da vontade de comer doces: de acordo com Adriana, nosso corpo precisa de calorias para funcionar bem, seja em repouso ou ao fazer qualquer atividade. Quando o metabolismo está lento, o corpo pede por mais alimentos doces, no intuito de obter mais energia.

A nutricionista recomenda a busca por um médico caso note qualquer um dos sintomas de metabolismo lento. Além disso, lembra que “parte da verdade e parte do mito é que o metabolismo é a chave para o sobrepeso. A crescente onda de obesidade no mundo não pode ser atribuída inteiramente a uma tendência hereditária de ter um metabolismo lento. Algo ambiental, como mudanças na dieta e poucos exercícios físicos são os responsáveis muito prováveis para este acréscimo”.

Como acelerar o metabolismo

iStock

Tendo conhecido os sintomas mais comuns para que o metabolismo lento, entenda o que você pode fazer para acelerá-lo.

1. Faça exercícios que estimulem a formação de massa magra

iStock

Segundo a nutri, “o treinamento de força é fundamental. À medida que treinamos, nossos músculos podem absorver mais proteína, então a dieta também deve ter um aumento correspondente de proteína para impedir a perda de músculo relacionada. Um programa de exercícios bem-planejado, incluindo treinamento resistido, com adequada ingestão calórica, com atenção especial a quantidade e qualidade das proteínas, ajudará a desacelerar o processo natural de perda de tecido magro e ganho de massa gorda”.

Continua após o anúncio

2. Reduza os níveis de estresse

“Quantidades normais de cortisol (o hormônio do estresse) podem ajudá-lo a queimar gordura. Mas se você tiver muito cortisol, como se estivesse estressada por um longo tempo, o corpo pode pensar que você está sob pressão e pode precisar de energia extra, por isso passa a acumular mais gordura. Por isso, manter o estresse controlado ajuda a acelerar o metabolismo.” citou Adriana.

3. Procure dormir ao menos 8h por dia

iStock

Durante o sono seu corpo segue trabalhando, controlando a produção de hormônios e o consequente ganho de massa magra. O ideal é dormir ao menos 8h por dia, sem interrupções. Até porque, conforme a doutora Adriana, acordar muitas vezes durante a noite indica que seu metabolismo pode estar desacelerado.

4. Alimente-se bem

Por mais que o objetivo seja perder peso, evite as dietas muito restritivas. A nutricionista comentou que elas são uma das causas do metabolismo lento. Então prefira se alimentar bem, com um cardápio equilibrado, conforme as necessidades do seu organismo, sem precisar se privar daquilo que gosta.

5. Beba mais água

iStock

A água é essencial para o bom funcionamento do organismo, por isso é recomendado beber ao menos 2 litros por dia. O líquido é responsável por auxiliar na absorção de nutrientes e é diurético, influenciando o metabolismo a acelerar.

6. Não pule as principais refeições

Ignorar o café da manhã, o almoço ou o jantar pode ser um sinal de que você está restringindo calorias. Para o seu corpo, significa escassez e o momento de ajustar-se a esse período, diminuindo a queima calórica para conservar energia, tanto em repouso quanto ao se exercitar. A nutricionista recomenda fazer todas as refeições principais, com alimentos saudáveis, ricos em fibra e evitar ficar muito tempo em jejum.

7. Tenha um equilíbrio entre atividade física e repouso

iStock

Adriana citou a importância de se exercitar e se alimentar bem, mas sempre respeitando os limites do seu corpo. Procure um equilíbrio entre a quantidade de exercícios físicos e o tempo de repouso. Além de dormir bem, você deve incluir outras atividades mais leves, como ver TV, meditar e ler. Até porque, esse momento de repouso irá ajudar a diminuir o estresse.

8. Consuma alimentos termogênicos e ricos em fibra

Os alimentos termogênicos, como a canela, o chá-verde, o café e o gengibre aumentam a temperatura do corpo e contribuem para acelerar o metabolismo. Já os ricos em fibra demoram mais para serem digeridos, o que estimula o organismo a trabalhar por mais tempo. A nutri explicou que o ideal é incluir ambos em sua rotina, mas sem exageros.

Continua após o anúncio

Como você pode acompanhar na matéria, o metabolismo lento é real, porém, como comentou a nutri Adriana, não é a única causa do sobrepeso. Aproveite e leia também o artigo sobre os 7 fatores que influenciam o seu peso.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: www.dicasdemulher.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)