Energia solar acaba quando não tem sol? Esta empresa quer mudar isso | Invest

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A CTG Brasil, empresa geradora de energia limpa, anunciou o investimento de 8 milhões de reais em um projeto de pesquisa e desenvolvimento (P&D) para impulsionar o setor de energia solar no país. Com duração prevista de dois anos, a pesquisa quer melhorar a previsibilidade, o desempenho e a produtividade de usinas solares fotovoltaicas a longo prazo.

O objetivo da pesquisa, segundo a empresa, é reduzir em até 10% o custo da energia solar no país, só com a ampliação da capacidade de prever diferentes cenários, impactos climáticos e novas tecnologias no setor.

Para isso, a CTG se uniu a três instituições públicas de ensino na condução da pesquisa: a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a Universidade Estadual Paulista (Unesp) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). A primeira será responsável por avaliar, em uma espécie de “usina de laboratório”, as diferentes tecnologias de painéis solares fotovoltaicos bifaciais. Enquanto isso, a Unesp ficará a cargo de analisar o funcionamento dos inversores – peça responsável por transformar a luz solar em energia elétrica – no Laboratório de Eletrônica de Potência, localizado no município de Ilha Solteira, em São Paulo.

Já o instituto de inovação em energias renováveis do SENAI, no Rio Grande do Norte, vai avaliar as condições climáticas e o desempenho de cinco estações solares na região Nordeste.

FONTE ORIGINAL

Recomendado Posts

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *