MUNDO ANIMAL

“Dieta fast food” traz ansiedade e má memória, mostra estudo em ratos

Uma equipe de cientistas da Universidade do Sul da Califórnia (UCLA), em Los Angeles, analisou diversos estudos que utilizaram ratos como cobaias e descobriu que uma dieta “fast food”, ou seja, rica em calorias e gorduras, estava associada a piora da memória, aumento da ansiedade e outros problemas cognitivos nos animais.

Apesar de diversos estudos sobre o impacto desse tipo de hábito alimentar no peso, metabolismo e saúde, o artigo publicado na revista Frontiers in Neuroscience sugere que ele também pode afetar o desenvolvimento neurológico, muito mais do que se pensava antigamente.

Os pesquisadores da UCLA usaram o termo “dieta ocidental” para descrever o hábito alimentar de comer comidas ricas em calorias e gorduras, como no estilo de comidas fast food. O que eles perceberam ao revisar os estudos é que ratos que usufruíam da “dieta ocidental” em seus primeiros estágios de vida, essenciais para o desenvolvimento, tiveram ansiedade e memória pioradas, independente de ganharem peso ou não.

Os ratos também desenvolveram comportamentos semelhantes ao vício, já que começaram a desejar alimentos ricos em gordura ou com açúcar. A última observação relatada foi uma diminuição dos comportamentos sociais.



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: https://exame.com/noticias-sobre/animais/

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)