Diablo Immortal é “jogar Diablo a qualquer lugar e hora”, destaca designer

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Mesmo com um anúncio conturbado em 2018, Diablo Immortal conseguiu chamar a atenção dos jogadores após muitas primeiras impressões positivas nos últimos meses, que destacaram em como o jogo consegue transportar a franquia para o mobile.

Agora, para saber o que podemos esperar da versão final depois do alfa técnico, batemos um papo com o produtor Caleb Arsenauex e o designer Julian Love, que deixaram claro o objetivo do jogo: atrair um novo público para Diablo.

“A ideia é poder jogar Diablo em qualquer lugar e qualquer hora” é o que diz Love, ao reforçar que a proposta é levar a franquia para dispositivos móveis, tendo a oportunidade de alcançar jogadores que nunca tiveram contato com as profundezas do inferno antes.

Mas os desenvolvedores tiveram que repensar elementos da interface e do gameplay para que tudo coubesse dentro de uma tela compacta e ficasse ao alcance dos dedões. “Por exemplo, mudamos o sistema de habilidades e de energia, então elas serão controladas por tempos de cooldown”, explica Love.

As mudanças, segundo os desenvolvedores, funcionaram para os comandos de toque. “E o jogador se sente bem jogando”, conclui. Eles revelaram que a equipe está trabalhando para adicionar suporte para controles, por ver que é algo muito pedido pelos fãs.

O pedido surgiu principalmente durante o período de alfa técnico, cujo feedback também ajudou a adicionar mais balanceamento às classes e ajustes às regras básicas. Uma dessas mudanças é que agora qualquer jogador que ajudar a aniquilar um monstro receberá créditos por isso — mesmo se estiver enfrentando alguém além de seu nível.

Um free-to-play justo e simples

O jogo gratuito terá um modelo focado em conteúdo endgame (pós-lançamento), contando com atualizações contínuas de novas classes, missões e outras novidades.

E, como era de se esperar, terá microtransações. Mas Arsenauex diz que não tem com o que os fãs se preocuparem: todo o conteúdo pago será algo extra, como um bônus, que não tornará o personagem mais poderoso.

A melhor maneira de se tornar mais poderoso é jogando. Queremos que as compras sejam apenas um bônus, mas que valham a pena para quem comprar. […] Não haverá armaduras, capacetes e itens que podem ser equipados à venda. A única maneira de progredir [no jogo] é jogando.

Diablo Immortal ainda não tem previsão de lançamento, mas chegará para Android e iOS.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *