Cristão que apoia refugiados norte-coreanos revela desafios diários

Cristão que apoia refugiados norte-coreanos revela desafios diários

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O irmão Simon conta detalhes sobre a vida dedicada aos cristãos perseguidos norte-coreanos (foto representativa)

O irmão Simon*, parceiro da Portas Abertas, liderou o ministério com cristãos norte-coreanos por mais de 25 anos. Mas Deus o chamou para apoiar os cristãos norte-coreanos muito antes disso.

O ano de 2020 foi um ano extraordinário tanto para ele como para a equipe e a igreja, quando portas se fecharam e novas oportunidades se abriram. Na carta, que está na íntegra abaixo, o irmão agradece pelas orações, doações e todo apoio dado a ele nesses anos. 

Quando entrei para uma organização missionária na universidade, em 1975, também orei por uma missão no exterior, que me levaria às áreas de missão mais difíceis. Enquanto eu orava, Deus respondeu que: “Eu poderia fazer tudo isso através dele, que me dá força”. Mais tarde eu compartilhei este versículo com um amigo e ele disse que essas palavras vieram diretamente da Bíblia, em Filipenses 4.13. Eu estava envergonhado por não ter percebido isso! Desde então, esse versículo bíblico foi trazido à minha mente sempre nas situações que eram impossíveis de resolver.

Na década de 1980, quando Deus me deu a tarefa impossível de ajudar os cristãos norte-coreanos, fui para China. Nessa época, conheci uma senhora chinesa chamada Illia. Ela era uma líder importante da igreja doméstica e tinha sido exilada nos Estados Unidos, onde eu estudava. Ela me apresentou aos líderes da igreja em Hong Kong, Xangai, Hangzhou e Pequim. Visitei-os e durante as nossas conversas ouvi sobre a existência de uma igreja subterrânea na Coreia do Norte.

Fui convidado para pregar em uma reunião de oração, um sinal claro de que Deus me ajudaria a manter minha promessa à senhora de voltar ao país dela. No início da década de 1990 – quando houve a grande fome em toda a Coreia do Norte – uma nota veio a mim dos cristãos do país. Foi um pedido urgente para imprimir Bíblias na China e entregá-las aos cristãos.

Em 1995, fiz parceria com a Portas Abertas, a organização especializada em missão para servir a Igreja Perseguida. Confirmei a orientação de Deus nas orações. Através da Portas Abertas, pudemos imprimir hinários e vários livros cristãos e entregá-los nas mãos dos cristãos norte-coreanos.

Desde 2000, eu e minha equipe ajudamos os cristãos norte-coreanos com apoio total. O ministério norte-coreano na China continuou a ter vários riscos e armadilhas. Houve alguns encontros inesperados com oficiais secretos norte-coreanos que operavam na China, eles gravaram nossas conversas e minha voz secretamente e relataram isso à sede do Ministério da Segurança em Pyongyang.

Também tentaram encontrar minha identificação e acompanhar a história do ministério na China por anos. Mas até agora, o Senhor me protegeu de todas as armadilhas e ameaças. Deus nunca parou o ministério com os norte-coreanos, mesmo em uma situação, difícil quando parecia ser impossível com os olhos humanos. 

Deus foi fiel durante as epidemias de SARS e MERS. Fomos capazes de apoiar os cristãos norte-coreanos. Então 2020 chegou e tivemos a pandemia da COVID-19, que fechou a China e depois o resto do mundo, incluindo a Coreia do Norte.

Apesar da dificuldade, Deus nos guiou e tivemos que nos ajustar muitas vezes, mas ainda sim pudemos mostrar nosso cuidado com os cristãos norte-coreanos.Temos sido capazes de usar pequenas janelas de oportunidade para alcançar cristãos refugiados norte-coreanos através de nossa rede de apoio na China.

Distribuimos comida, medicamentos e outras necessidades diárias. Graças à providência de Deus, conseguimos arcar com 84% das despesas planejadas para este ano. Em gratidão pelo nosso trabalho, os cristãos norte-coreanos escreveram uma carta para agradecer o nosso apoio.

“Gostaríamos de expressar nossa grande gratidão por todos vocês que cuidaram de nós, e oramos para que a graça e bênçãos de Deus sejam derramadas sobre vocês”, afirmaram na carta.

Além disso, nós também queremos agradecer aos nossos parceiros. Somos gratos pelas orações e contribuições. Pela graça de Deus nenhum dos nossos colaboradores e familiares foi infectado pela COVID-19. Graças a Deus por nos fazer capazes de lidar com muitos projetos, mesmo na pandemia. 

Oro para que Deus possa encher cada um com paz e esperança celestial, e protegê-lo de todas as ameaças do mal. Clamo para que você também experimente Filipenses 4.13, que diz que podemos passar por tudo em Deus que nos fortalece. 

Obrigado por orar e nos apoiar.

*Nome alterado por segurança

Apoie cristãos norte-coreanos na China

Agora você conhece um dos líderes do projeto que apoia os cristãos norte-coreanos refugiados na China. Ore e contribua para que o ministério dele alcance muitas outras pessoas necessitadas de abrigo, alimentação, medicamento e vestimentas.

Fonte: Portas Abertas


FONTE ORIGINAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *