Início ECONOMIA Credores da Samarco rejeitam proposta de recuperação judicial, mostra documento

Credores da Samarco rejeitam proposta de recuperação judicial, mostra documento

por Reuters
0 Já viram


Sede da mineradora Samarco, em Mariana (MG)

Por Carolina Mandl

SÃO PAULO (Reuters) – Os credores da mineradora Samarco, joint venture da brasileira Vale com o grupo anglo-australiano BHP, apresentaram nesta quinta-feira uma objeção à proposta de recuperação judicial apresentada pela empresa, segundo documento judicial visto pela Reuters.

No documento, os credores afirmaram que o principal objetivo do plano proposto é proteger as gigantes da mineração donas da Samarco e reduzir os pagamentos futuros aos detentores de títulos e credores.

Com isso, eles rejeitaram a oferta da Samarco de um desconto de 85% no valor a ser pago aos maiores credores da companhia, incluindo os acionistas Vale e BHP, que têm 24 bilhões de reais a receber da joint venture. Os pagamentos ocorreriam em 2041.

Os credores disseram que tanto a Vale quanto a BHP, como acionistas, deveriam ser pagas somente depois que todos os outros credores recuperassem totalmente seu dinheiro. Eles também questionam parte dos créditos que as sócias têm a receber.

A outra alternativa ofertada pela Samarco, que permitiria que credores recebam ações preferenciais da mineradora como pagamento, também foi recusada pelos credores.

“É inaceitável que um plano de recuperação judicial de uma empresa controlada pelas maiores mineradoras do mundo preveja simplesmente uma verdadeira (e ilegal) anistia do devedor para criar valor para suas multibilionárias acionistas que são, aliás, solidariamente responsáveis pelo maior desastre ambiental do Brasil”, disseram credores no documento judicial.

O rompimento de uma barragem da Samarco em 2015 deixou 19 mortos e centenas de desabrigados, além de poluir o rio Doce em toda a sua extensão até o mar capixaba, no que foi considerado à época o maior desastre socioambiental da história do país e levou a empresa a graves problemas financeiros.

Os credores defendem que a Samarco, a Vale e a BHP paguem em três partes iguais por todos os danos causados ​​pelo rompimento da barragem, disseram em entrevista os advogados dos credores Paulo Padis e Marcos Pitanga. No entanto, a Samarco se comprometeu com todos os pagamentos para reparar os danos.

(Por Redação Rio de Janeiro)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6E1AB-BASEIMAGE

Veja também

+ Diabão recebe alta e Mulher Demônia agradece: ‘Graças a Deus está em casa’

+ Adolescentes usam vinho que custa R$ 18 mil para fazer sangria

+ Porção de batatas fritas mais cara do mundo custa R$ 1.000

+ Após confusão com policiais em festa, Liziane Gutierrez faz procedimento no rosto

+ De biquíni , Carolina Portaluppi ostenta corpão e encanta seguidores

+ SBT decide afastar Eliana e funcionários que tiveram contato com Rodrigo Faro

+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome

+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar

+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte

+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago




Esse conteúdo pertence ao site:

Site: https://istoe.com.br/categoria/economia/

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Olha essas aqui:

Deixe um Comentário

O Site iMove Web é um AGREGADOR DE CONTEÚDOS, onde buscamos por fontes seguras que permite em seus sites, o formato: RSS/FEED, como se trata de conteúdo de terceiros, prezamos por isso, e informamos no final de cada post a REAL FONTE do post, e ainda todos os posts aqui publicados, são mantidos na integra de cada autor, sem alterar um paragrafo ou link inserido na postagem, todos direitos de imagem, textos e vídeos são atribuídos ao autor original. Somos contra FAKE NEWS, caso você leitor, se depare aqui com alguma notícia FALSA ou ENGANOSA, por favor nos envie um e-mail denunciando esse post. E-mail: contato@imoveweb.com.br FECHAR

SOBRE NÓS