Conheça os próximos astronautas que vão morar na Estação Espacial – 11/10/2020

0
8

Conheça os próximos astronautas que vão morar na Estação Espacial – 11/10/2020

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

A Nasa vai realizar em breve algumas missões à ISS (Estação Espacial Internacional, sigla em inglês), dentro de seu programa de tripulação comercial (Commercial Crew). No dia 31 de outubro, mais quatro astronautas serão lançados do solo norte-americano, usando uma cápsula e um foguete da empresa SpaceX.

A missão, chamada Crew-1, será a primeira troca de tripulação do programa. Quatro astronautas, incluindo uma mulher, serão enviados à ISS: Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker, da Nasa, e Soichi Noguchi, da Jaxa (Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial).

Eles viajarão a bordo de uma cápsula Crew Dragon lançada pelo foguete Falcon 9. Os astronautas nomearam a nave de “Resilience” (resiliência), em homenagem à dedicação das equipas envolvidas, suas famílias e amigos. Segundo a Nasa, “quando trabalhamos em conjunto, não há limites para o que podemos alcançar”.

O lançamento está previsto para o último dia deste mês, Dia das Bruxas (Halloween), a partir do Kennedy Space Center, no Cabo Canaveral, Flórida (EUA). A viagem até a ISS, que orbita a Terra a 408 km de altura, leva cerca de 19 horas. A rota não será em linha reta; como a estação está em movimento, é preciso intercepta-la em uma delicada manobra a 27 mil km/h.

A nova tripulação vai compor a Expedicão 63/64, devendo permanecer na estação por pelo menos seis meses, realizando manutenções nos equipamentos e conduzindo experimentos em áreas como botânica, câncer e novas tecnologias.

Conheça os quatro astronautas

Imagem: Bill Stafford/Nasa

Comandante da cápsula Crew Dragon Resilience e da missão Crew-1. É o responsável por todas as fases do voo, desde o lançamento até a reentrada, na volta à Terra. Também atuará como engenheiro de voo a bordo da estação.

Hopkins foi selecionado como astronauta da Nasa em 2009. Ele já passou 166 dias no espaço como membro das expedições 37 e 38, ambas em 2013. Fez duas caminhadas espaciais, totalizando 12 horas e 58 minutos do lado de fora da ISS.

Nascido no Missouri, EUA, Hopkins cresceu em uma fazenda. É bacharel em engenharia aeroespacial pela Universidade de Illinois, com mestrado na mesma área pela Universidade de Stanford. Antes de ingressar na Nasa, foi engenheiro de teste de voo na força aérea norte-americana.

Victor Glover (Nasa) - Robert Markowitz/Nasa - Robert Markowitz/Nasa
Imagem: Robert Markowitz/Nasa

Piloto da Crew Dragon e segundo em comando da missão. É responsável pelos sistemas e pelo desempenho da nave espacial.

Selecionado como astronauta da Nasa em 2013, este será seu primeiro voo espacial. Nascido na Califórnia, é bacharel em engenharia geral, com mestrados em engenharia de teste de voo, em engenharia de sistemas e em artes e ciências operacionais militares.

Glover é aviador naval da Marinha norte-americana e foi piloto de testes nas aeronaves F/A-18 Hornet, Super Hornet e EA-18G Growler.

Shannon Walker (Nasa) - Norah Moran/Nasa - Norah Moran/Nasa
Imagem: Norah Moran/Nasa

Especialista de missão da Crew-1. Trabalhará em estreita colaboração com o comandante e o piloto, para monitorar a nave durante o lançamento e reentrada. Também será responsável por monitorar cronogramas, telemetria e consumíveis, como níveis de combustível e de ar. A bordo da estação, atuará como engenheira de voo.

Selecionada como astronauta da Nasa em 2004, Walker já passou 161 dias na ISS. Ela foi copiloto da nave russa Soyuz TMA-19, nas expedições 24 e 25. Mais de 130 experimentos de microgravidade foram conduzidos durante sua estada, em áreas como pesquisa humana, biologia e ciência dos materiais.

Nascida em Houston, Texas, Walker é bacharel em Física, com mestrado e um doutorado em física espacial, pela Universidade Rice.

Soichi Noguchi (Jaxa) - Nasa - Nasa
Imagem: Nasa

Também especialista de missão da Crew-1. Trabalhará com o comandante e o piloto para monitorar o veículo durante as fases de lançamento dinâmico e reentrada do voo, vigiando cronogramas, telemetria e consumíveis.

Foi selecionado como candidato a astronauta em 1996, pela então Agência de Desenvolvimento Espacial Nacional do Japão (NASDA, atualmente JAXA). Noguchi é veterano, já com duas viagens para a ISS.

Durante a missão do ônibus espacial STS-114, em 2005, se tornou o primeiro japonês a realizar uma caminhada espacial. Ele realizou três caminhadas, acumulando 20 horas e cinco minutos “solto” no espaço.

Em 2009, retornou à ISS, a bordo de uma cápsula Soyuz, como membro da tripulação de longa duração. A Crew Dragon será a terceira nave a levar Noguchi ao laboratório orbital.

Vai ter sete pessoas na ISS pela 1ª vez

Quando os quatro chegarem à ISS, serão recepcionados pelos primeiros membros da Expedição 64: o comandante russo Sergei Ryjikov, e os engenheiros de voo Kathleen Rubins, da Nasa, e Sergei Kud-Sverchkov. O lançamento dos três está previsto para o dia 14 de outubro, do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, usando uma cápsula e um foguete Soyuz, da agência Roscosmos.

Pela primeira vez, a Estação Espacial terá sua tripulação ampliada para sete pessoas, expandindo o potencial de pesquisa na microgravidade. Os astronautas irão cultivar rabanetes para estudar o crescimento e valor nutricional de plantas no espaço; testar drogas baseadas em ácidos ribonucléicos mensageiros (mRNA) para tratamento da leucemia; e aprimorar um novo banheiro, com recursos importantes para futuras missões, como para a Lua e Marte.

Atualmente, há três seres humanos no espaço. O norte-americano Chris Cassidy, comandante da Expedição 63, e os engenheiros russos Anatoly Ivanishin e Ivan Vagner vivem na ISS desde abril deste ano. Quando a nova tripulação chegar, eles retornarão à Terra na mesma nave Soyuz em que chegaram, que está “estacionada” do lado de fora da ISS.

No primeiro semestre deste ano, a breve missão Demo-2 foi a prova de fogo do novo programa da Nasa, a partir da qual estão sendo feitos últimos ajustes nos equipamentos, procedimentos e tecnologias. Os astronautas Robert Behnken e Douglas Hurley foram enviados à Estação Espacial no dia 30 de maio e retornaram, em segurança, com um desafiador pouso no mar, em 2 de agosto. Por cerca de dois meses, a ISS teve cinco moradores —o máximo até hoje.

A missão Crew-1 é um passo importante para o programa Commercial Crew, da Nasa. As frequentes missões de rotação das tripulações de longa duração, a partir de solo norte-americano e com um foguete reutilizável, em parceria com empresas privadas, permitirão à agência avançar com o trabalho de bordo da estação.

Além de beneficiar pessoas na Terra com pesquisas, a meta é estabelecer as bases para a nova fase da exploração espacial, a começar pelo projeto Artemis, que levará a primeira mulher e o próximo homem para andar na Lua em 2024.

FONTE ORIGINAL

0 0 vote
Deixa sua avaliação aqui
Comentários
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários