DICAS DE MULHER

conheça a técnica que pode tratar a sua tensão muscular

iStock

A ventosaterapia é um tratamento indicado, principalmente, para tensão muscular, porém pode ser feita com outros intuitos e sua aplicação depende do diagnóstico clínico do paciente. Para esclarecer as dúvidas e entender melhor a técnica, conversamos com a biomédica acupunturista Camila Nichelle (CRBM-PR 0425). Confira as explicações:

Continua após o anúncio

O que é ventosaterapia?

De acordo com Camila, a ventosaterapia “é uma técnica terapêutica da medicina tradicional chinesa, muito utilizada como complemento da acupuntura, apesar de mostrar ótimos resultados quando aplicada individualmente.” Ela também explicou quem pode realizar a terapia: “profissionais com especialização em acupuntura e medicina tradicional chinesa possuem maior conhecimento para uma aplicação correta da terapia; apesar de também ser um mini curso livre em algumas instituições. Geralmente, os profissionais são da área da saúde, como médicos, biomédicos, farmacêuticos e fisioterapeutas.”

Como é feita a ventosaterapia?

Camila Nichelle (CN): Consiste em copos de acrílico, vidro ou silicone que são colocados com pressão negativa (vácuo) em determinada parte do corpo, geralmente, nas costas. Existem três tipos de técnica: seca – as ventosas são posicionadas e fixadas na pele do paciente; molhada – as ventosas são posicionadas e fixadas no local de sangria prévia e deslizante – utiliza apenas uma ventosa, movimentando-a com pouco vácuo em uma área coberta por óleo de massagem.

Para que serve a ventosaterapia

A biomédica apresentou quatro aplicações da técnica e explicou como é realizada em cada situação.

  • Tensão/dor muscular: “são posicionadas no local de dor e, em alguns pontos de acupuntura, é retirado parte do ar através de uma bomba de sucção (acrílico) ou fogo (vidro). Para soltar, basta abrir a válvula para que o ar entre novamente.”
  • Fadiga e má circulação nas pernas: “são posicionadas nas pernas, em locais onde haja mais musculatura (ventosa fixa) ou deslizar pela região, com o mínimo de vácuo e óleo de semente de uva para facilitar (ventosa deslizante).”
  • Celulite e estrias: “utiliza ventosa deslizante em toda a região, com o mínimo de vácuo e óleo de semente de uva, promovendo hiperemia do tecido.”
  • Estresse: “são utilizadas em pontos gatilho e de acupuntura, podendo ser fixas ou deslizantes.”
    • Além de falar para que serve a ventosaterapia, Camila recomendou alguns cuidados após a técnica. “Após a sessão, o paciente pode apresentar coceira, calor e desconforto no local das ventosas. Essas reações desaparecem naturalmente em algumas horas, dependendo do resultado da sessão. As marcas mais escuras podem levar até 7 dias para desaparecer, por isso é indicado a frequência semanal. Sugiro não apoiar alça de bolsa ou mochila no local e, no caso das mulheres, evitar o uso de top ou sutiã muito apertados.”

      Benefícios da ventosaterapia

      Conheça, agora, os principais benefícios da ventosaterapia. Com certeza, você vai se interessar em experimentar a técnica.

      • Estimula a circulação sanguínea, melhorando a nutrição da musculatura
      • Libera toxinas do sangue
      • Alivia dores musculares e articulares
      • Fortalece os vasos sanguíneos
      • Reduz celulites e estrias
      • Relaxa o corpo e a mente
        • Como você pode ver, há muitos benefícios em fazer a ventosaterapia. Continue lendo a matéria, para saber se há riscos ou contraindicações.

          Riscos, cuidados e contraindicações do ventosaterapia

          iStock

          Continua após o anúncio

          A biomédica explicou que “a ventosaterapia realizada por um profissional qualificado não apresenta riscos; é um método seguro, indolor, não invasivo e altamente eficaz; que pode ser aplicado desde crianças a idosos. Porém, se o terapeuta deixar as ventosas por muito tempo, podem aparecer bolhas de água na região. Deve-se atentar, também, para as ventosas de vidro, que são realizadas com fogo, para que não haja queimadura na pele do paciente.” Quanto às contraindicações, recomenda que “pacientes em processo inflamatório, com febre, varizes, fraturas, enfermidades dermatológicas extensas, queimaduras, convulsões, quadros graves de saúde, pele sem elasticidade e região abdominal de gestantes” não façam uso da técnica.

          Agora você já sabe que a ventosaterapia é uma ótima aliada no tratamento de determinados problemas. Aproveite e venha saber mais sobre o Reiki, uma terapia de cura natural.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.



Esse conteúdo pertence ao site:

Site: www.dicasdemulher.com.br

Para qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncias, envie um e-mail para:

contato@imoveweb.com.br

FONTE ORIGINAL

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Para continuar navegando nesse site, DESATIVE o seu sistema de bloqueio de propagandas, o nosso site se mantêm com elas, porém nada de abuso na exibição, prometo que sua navegação será LIVRE sem incômodos. Obrigado pela visita :)