Confira 15 profissões em alta para 2021

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

O mercado de trabalho passou por uma reformulação com a pandemia de Covid-19. As áreas da saúde, tecnologia e criação de conteúdo estão entre as que viram as oportunidades aumentarem em um cenário propenso ao desemprego. Com experiências positivas em tempos de crise, algumas profissões estarão em alta durante o ano de 2021.

A procura por profissionais qualificados é um indicativo da importância de conhecer os cursos de graduação disponíveis antes de fazer sua escolha para o Vestibular ou Sistema de Seleção Unificada (SiSU). As 15 profissões mais promissoras para 2021 englobam cursos tecnológicos, bacharelado e licenciatura! E o melhor? Dá para encontrar várias das graduações no ensino a distância (EaD), perfeito para um período em que o distanciamento social é necessário. 

As 15 profissões que estarão em alta em 2021 foram listadas em um estudo da rede social Linkedin. Confira!

1) Médicos, enfermeiros e profissionais da saúde com especialização

A Covid-19 trouxe ao Sistema Único de Saúde (SUS) e aos hospitais particulares a necessidade de profissionais especializados em alguns setores como Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e Saúde Pública. 

Enfermeiros de terapia intensiva, fisioterapeutas, farmacêuticos, enfermeiros de saúde pública e médico especialista clínico estão entre os profissionais mais requisitados em tempos de pandemia.  

2) Cargos em tecnologia

A tecnologia foi e continua sendo fundamental em um período onde o ambiente virtual se tornou alternativa para as restrições de comércios e serviços por causa da pandemia. 

A necessidade de isolamento e a adoção massiva do modelo home office foi um prato cheio para trabalhadores da área de tecnologia, setor que apresentou um crescimento constante em 2020. 

Veja também: Qual engenharia é a minha cara?

Estão entre os cargos mais promissores: designer (de interface do usuário, de produto), engenheiro de software, desenvolvedores (de front-end, back-end, de jogos, de web), analista de segurança cibernética e consultor. 

3) Farmacêuticos e pesquisadores

Farmacêuticos e pesquisadores foram muito requisitados (e continuam) por causa da demanda por estudos e desenvolvimento de medicamentos e vacinas, por exemplo. Instituto Butantan, o IQVIA e o PRA Health Sciences estão entre os que mais contrataram em 2020. 

Leia: Profissões que buscam a cura de doenças

A demanda por mais vacinas, a necessidade de diminuir a dependência internacional por ingrediente farmacêutico ativo (IFA) e o investimento em pesquisas torna 2021 um ano promissor para farmacêuticos, química, engenherios químicos, cientistas de laboratório médico, técnicos em medicina, biomédicos e biotecnólogos. 

Veja também: Qual a diferença entre Química e Engenharia Química

4) Cargos em vendas e desenvolvimento de negócios

Trabalhadores de vendas e negócios tiveram que se adaptar para que seus empreendimentos pudessem sobreviver à pandemia. A procura por profissionais capazes de orientar empresas ou investidores e como investir os recursos cresceu em 2020. 

Cargos de especialista em vendas, diretor executivo, diretor ou gerente de vendas e assistente operacional de vendas estão entre os mais promissores.

5) Especialistas em e-commerce

A área de e-commerce caiu de vez no gosto dos consumidores e salvou muitos comerciantes em período de isolamento social. Profissionais especialistas em comércio eletrônico em cargos de venda, logística e marketing digital tiveram aumento de 43% na contratação em relação a 2019. 

Veja também: Profissões para quem gosta de computador

São cargos muito buscados no comércio eletrônico: técnico(a) em logística, analista de estoque, operário de estoque, diretor(a) de cadeia de suprimentos, analista de e-commerce e gerente de e-commerce. 

6) Profissionais autônomos de conteúdo

A procura por conteúdo digital cresceu durante a pandemia. Produtores autônomos de vídeos e mídias viram no mercado a oportunidade de rentabilidade em um período de crise para muitos. 

Empresas remodelaram a forma de abordar seus negócios e passaram a investir em produtores e coordenadores de conteúdo, além de editores de vídeo. O crescimento de 2019 para 2020 foi de 74% na área, causando a migração de profissionais do jornalismo, marketing e publicidade para a produção de conteúdo digital. 

7) Especialistas em marketing digital

O marketing digital foi muito importante para a adaptação do mercado durante a pandemia. Procurar ideias inovadoras e que sejam aplicáveis, otimizando os recursos (por vezes escassos) tem atraído jovens para a área. 

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

É comum ver profissionais de outras áreas da comunicação migrando para o marketing digital. Estão entre os cargos mais comuns: gerente de mídias sociais, produtor de conteúdo, redator para experiência do usuário, consultor de marketing digital, analista de comunicação e especialista em estratégias de posicionamento. 

8) Profissionais de finanças

A instabilidade econômica presente no Brasil foi intensificada quando a pandemia de Covid-19 foi decretada, em março de 2020. Buscar estratégias de sobrevivência no setor financeiro deu aos consultores e contadores oportunidades de emprego. 

Veja também: Pix – o que é e como usar

Bancos e corretoras financeiras foram os principais responsáveis pelas contratações na área econômica. Estão entre os cargos corretor de ações, consultor de serviços financeiros, diretor financeiro, contador, supervisor de contas a receber e bancário. 

9) Telemarketing

O setor de telemarketing cresceu 67% em 2020. A transferência de muitos atendimentos presenciais para o ambiente on-line gerou um aumento na demanda por profissionais da área. 

De acordo com o estudo, 61% dos trabalhadores de telemarketing têm bacharelado. O setor atrai mais os jovens, tendo com média de idade 21 anos. 

Veja a diferença entre licenciatura e bacharelado

As principais possibilidades de trabalho dentro do telemarketing: operador, representante e especialista em telemarketing.

10) Cargos de apoio à saúde 

Com a área da saúde em destaque pela pandemia de Covid-19, laboratórios, hospitais, clínicas, farmácias tiveram aumento na demanda por seus serviços. 

Os cargos com maior procura no apoio à saúde são balconista de farmácia, encarregado médico, consultor de saúde e gerente de operações clínicas, por exemplo. 

11) Serviços Criativos

A baixa na procura por alguns produtos e serviços e a consequente queda no orçamento fizeram com que empreendedores buscassem profissionais responsáveis por serviços criativos em seus projetos. 

Ilustradores, designers gráficos, redatores, artistas 3D e figurinistas estão entre os profissionais mais requisitados para serviços criativos. 

12) Análises de dados

Engenheiros de dados e analistas de desempenho são profissionais cada vez mais procurados para direcionar operações de negócios para as plataformas on-line. A análise de dados é algo que estará presente constantamente em diferentes áreas como comércio, serviços e indústria. 

Veja também: Ciência de Dados – curso, profissão e mercado de trabalho

Os cargos mais comuns na análise dados são analista de dados, engenheiro de dados, analista de desempenho e analista de validação. 

13) Cargos em customer success (sucesso do cliente)

Setores de call center e varejo experimentaram um crescimento na necessidade de profissionais específicos para o atendimento ao cliente. O suporte ao consumidor impulsionou o chamado customer success (sucesso do cliente). 

Profissionais como caixa e recepcionista estão entre os que mais migraram para o customer sucess na pandemia, já que muitos setores de atendimento presencial foram fechados ou passaram para o ambiente virtual. 

Estão entre os cargos mais comuns atendimento ao cliente, especialista em central de atendimento, gerente de experiência do cliente, gerente do sucesso do cliente e parcerias estratégicas.

14) Profissionais do setor do varejo

O varejo teve que se adaptar para não que lojas não fossem fechadas. As operações físicas tiveram que passar para o ambiente virtual, comerciantes tiveram que aprender novas formas de vender e administrar os negócios, além do crescimento na demanda por suporte e atendimento ao cliente. 

As profissões que ganharam com as mudanças no varejo são especialista em varejo, atendimento ao cliente, marketing e especialista em merchandising. 

15) Especialistas em saúde mental 

O setor de saúde mental cresceu 34% em relação ao ano anterior. A pandemia intensificou o estresse, as crises de ansiedade e os quadros de depressão. Muitas pessoas que nunca tinha procurado ajuda optaram por iniciar tratamentos em 2020. 

Veja também: Qual a diferença entre psicólogo e psiquiatra?

Psiquiatras e psicólogos se tornaram mais importantes ainda com a pandemia. Muitos ficaram impedidos de atender presencialmente por um período, mas a regulamentação das videoconsultas pelos órgãos competentes aumentou a procura por atendimento. 

Que saber mais sobre cursos e profissões? Acesse nossos canais Guia de Profissões, Profissões do Futuro e Orientação Vocacional.

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *