Como saber se o seu gato tem alergias e o que fazer para ajudá-lo

Créditos:Todos direitos de imagens, vídeos e do texto referente a esse artigo estão no final:

Os animais de estimação se tornaram uma parte importante da vida de muitas famílias; por isso, cuidar da sua saúde e do seu bem-estar é uma prioridade para os donos. Os gatos, assim como os outros animais e até mesmo os seres humanos, são propensos a ter alergias a diferentes substâncias e a apresentar, como consequência, diversos sintomas que, no início, podem passar despercebidos. Tanto os ingredientes de alguns alimentos como substâncias originárias das plantas podem provocar alergias ao longo da vida do nosso felino e até mesmo nós, humanos, podemos causar isso.

Incrível.club explica como saber se o seu gato tem alergia e traz algumas dicas para ajudá-lo e ter um animal de estimação feliz.

Sintomas

Para saber se seu gato tem alergia, o ideal é ficar atento aos sintomas apresentados por ele. Os principais ocorrem na pele e são: alopecia simétrica na cabeça, no pescoço ou na região da cauda; ​​dermatite e o surgimento de crostas na cabeça, no pescoço, na região das orelhas e do abdômen. Também há alergias nos gatos que se manifestam como coceira nos olhos e nariz, espirros, secreção nasal e tosse, bem como sintomas gastrointestinais, como vômitos e diarreia. Se você detectar algum desses sintomas, é provável que seu gato tenha desenvolvido algum tipo de alergia.

Causas

Uma das maneiras de comprovar se o seu gato tem alergia é detectar se ele entrou em contato com alguma substância perigosa. Entre as causas mais comuns de alergias estão as seguintes:

  • Infestação por pulgas.
  • Intolerância a algum alimento.
  • Contato com diversas plantas ou pólen.
  • Contato com produtos de limpeza, perfumes ou certos tipos de plástico.

Quando seu gato apresenta algum sintoma suspeito e também esteve em contato com qualquer um desses produtos ou substâncias, é possível que esteja tendo uma alergia.

Dicas para prevenir ou acabar com as alergias

Se os sintomas de alergia em seu gato se manifestarem na pele, você pode verificar se ele não possui parasitas externos, como pulgas. Caso essa seja a causa da alergia, é muito importante dar um banho ou aplicar um produto antipulgas.

Para os gatos alérgicos a certos ingredientes do alimento, como algumas proteínas ou laticínios que provocam sintomas gastrointestinais, a solução é mudar sua alimentação habitual para uma opção hipoalergênica. Esses alimentos costumam ser mais fáceis de digerir e contêm proteínas de apenas uma fonte animal, o que reduz a chance de o felino desenvolver alergias.

Se você descobrir que o seu gato é alérgico a determinados produtos químicos utilizados na limpeza da casa ou na sua higiene pessoal, é recomendável modificar os seus hábitos para evitar qualquer contato do felino com essas substâncias. Em geral, sempre é possível encontrar produtos substitutos com outros componentes que não prejudiquem nosso bichano. Uma boa opção é ler o rótulo, para verificar se não são tóxicos para animais de estimação. O mesmo ocorre com sua caixa de areia.

Se o seu gato teve contato com uma planta ou flor que provocou uma reação alérgica na pele não muito grave, você pode tratá-lo em casa com uma pomada anti-inflamatória de uso veterinário com cortisona, assim como com compressas frias que aliviem os sintomas, como a coceira ou o ardor.

Para prevenir a alergia em seu gato, um bom conselho é trocar seus recipientes plásticos de alimentos e de água por outros materiais, como aço ou alumínio.

Lembre-se de que é sempre importante consultar um especialista. Se o seu gato não melhorar com essas dicas, é possível que seja necessário tratá-lo com alguns medicamentos.

O seu bichano já experimentou alguma vez os terríveis e irritantes sintomas de alergia? Como você o ajudou?

FONTE ORIGINAL

Veja esses também

Nenhum comentário ainda, adicionar a sua voz abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *